A Fábrica de Nada” representa Portugal nos prémios ibero-americanos de cinema

A lon­ga-metra­gem “A Fábri­ca de Nada” de Pedro Pinho, foi esco­lhi­do para repre­sen­tar Por­tu­gal na edi­ção de 2018 dos Pré­mi­os Ari­el, como can­di­da­to a Melhor Fil­me Ibe­ro-ame­ri­ca­no, anun­ci­ou segun­da-fei­ra em comu­ni­ca­do a dire­ção da Aca­de­mia Por­tu­gue­sa de Cine­ma.


Ver arti­go com­ple­to »