Orçamento Participativo: candidaturas ainda a decorrer

A submissão de propostas pode ser feita através do portal do Orçamento Participativo (OPP), em www.opp.gov.pt,em qualquer uma das bibliotecas públicas e municipais e Espaços Cidadãos, que este ano se associaram à iniciativa, ou durante um dos vários Encontros Participativos que decorrem por todo o território nacional.

A sub­mis­são de pro­pos­tas pode ser fei­ta atra­vés do por­tal do Orça­men­to Par­ti­ci­pa­ti­vo (OPP), em www.opp.gov.pt, em qual­quer uma das bibli­o­te­cas públi­cas e muni­ci­pais e Espa­ços Cida­dãos, que este ano se asso­ci­a­ram à ini­ci­a­ti­va, ou duran­te um dos vári­os Encon­tros Par­ti­ci­pa­ti­vos que decor­rem por todo o ter­ri­tó­rio naci­o­nal. Veja onde pode par­ti­ci­par.

À fase de apre­sen­ta­ção de pro­pos­tas, que ter­mi­na a 24 de abril, segue-se, entre 11 de junho e 30 de setem­bro, a vota­ção nos pro­je­tos, aber­ta a todos os que quei­ram par­ti­ci­par, e que pode ser fei­ta atra­vés do por­tal do OPP ou por SMS gra­tui­to.

A segun­da edi­ção do Orça­men­to Par­ti­ci­pa­ti­vo (OPP), que con­ta com um refor­ço de 2 milhões de euros (pas­sou de 3 milhões de euros, em 2107, para 5 milhões de euros, em 2018), asso­cia-se aos valo­res de demo­cra­cia, liber­da­de e par­ti­ci­pa­ção popu­lar, evo­can­do a Revo­lu­ção do 25 de Abril. Para tal, rea­li­zou diver­sos encon­tros pelo país, repro­du­zin­do geo­gra­fi­ca­men­te locais rele­van­tes para a ação mili­tar leva­da a cabo pelo Movi­men­to das For­ças Arma­das.

A pri­mei­ra edi­ção con­tou com 600 pro­pos­tas a vota­ção, estan­do já em con­cre­ti­za­ção os 38 pro­je­tos que reco­lhe­ram a mai­o­ria dos cer­ca de 80 mil votos rece­bi­dos. Conhe­ça os pro­je­tos ven­ce­do­res do OPP de 2017.

Fon­te.