Modelos de Distribuição de Cinema encerram a 8.ª edição do Curso de Cinema ‘cinemalogia’

A essência do processo de distribuição de um filme é o tema abordado neste último módulo da oitava edição do curso de cinema “Cinemalogia”.

Realizar cinema é uma atividade permanentemente afetada por questões comerciais, pois sendo o seu objetivo a exibição pública, os seus circuitos de distribuição e exibição estão sujeitos às leis do mercado. Deste modo, os processos de distribuição e a participação no circuito de festivais de cinema, bem como no circuito comercial, estão no centro da formação para o módulo de Distribuição com a produtora cinematográfica Maria João Mayer.

O conteúdo Modelos de Distribuição de Cinema encerram a 8.ª edição do Curso de Cinema ‘cinemalogia’ aparece primeiro em Caminhos Film Festival.

Centro de Estudos Cinematográficos

A essên­cia do pro­cesso de dis­tri­bui­ção de um fil­me é o tema abor­dado nes­te últi­mo módu­lo da oita­va edi­ção do cur­so de cine­ma Cine­ma­lo­gia”.

Rea­li­zar cine­ma é uma ati­vi­dade per­ma­nen­te­mente afe­tada por ques­tões comer­ci­ais, pois sen­do o seu obje­tivo a exi­bi­ção públi­ca, os seus cir­cui­tos de dis­tri­bui­ção e exi­bi­ção estão sujei­tos às leis do mer­cado. Des­te modo, os pro­ces­sos de dis­tri­bui­ção e a par­ti­ci­pa­ção no cir­cuito de fes­ti­vais de cine­ma, bem como no cir­cuito comer­cial, estão no cen­tro da for­ma­ção para o módu­lo de Dis­tri­bui­ção com a pro­du­tora cine­ma­to­grá­fica Maria João Mayer.

A for­ma­ção, a rea­li­zar no pró­ximo dia 19 de maio, tem como prin­ci­pais obje­ti­vos dotar os par­ti­ci­pan­tes dos conhe­ci­men­tos base sobre estra­té­gias de divul­ga­ção de obras cine­ma­to­grá­fi­cas. Num pro­grama que abor­da des­de os meca­nis­mos de pro­mo­ção naci­o­nal e inter­na­ci­o­nal de cine­ma às estra­té­gias de comu­ni­ca­ção e comer­ci­a­li­za­ção de cine­ma por­tu­guês em dife­ren­tes mer­ca­dos, os for­man­dos esta­rão melhor pre­pa­ra­dos para ide­a­li­zar meca­nis­mos de difu­são de fil­mes.

Foto de Pascal Le Segretain/Getty Images Europe

São Jor­ge, Pro­du­ção de Maria João Mayer, par­ti­ci­pou na 73.ª edi­ção do Fes­ti­val de Cine­ma de Vene­za

Maria João Mayer é pro­du­tora cine­ma­to­grá­fica e fun­da­dora da Fil­mes do Tejo. No decor­rer da sua car­reira já tra­ba­lhou com cine­as­tas como Mano­el de Oli­veira, Fer­nando Lopes, Mar­co Mar­tins, João Sala­viza, Cláu­dia Vare­jão ou Mar­ga­rida Car­doso. Em 2015, ganhou a dis­tin­ção de Mulher Cri­a­dora de Cul­tura”, um pré­mio pro­mo­vido pelo Minis­té­rio da Cul­tura.

O Depar­ta­mento de Enge­nha­ria Infor­má­tica da Uni­ver­si­dade de Coim­bra rece­be esta for­ma­ção de 8 horas, com iní­cio às 9 horas e fim às 18 horas. As ins­cri­ções con­ti­nuam aber­tas.

Fon­te.