Programação da 24.ª edição

Centro de Estudos Cinematográficos

A XXIV edi­ção do fes­ti­val Cami­nhos do Cine­ma tem data mar­ca­da para a últi­ma sema­na de novem­bro: 23 de novem­bro a 1 de dezem­bro. As Fusões no Cine­ma, em São João da Madei­ra,  são o mote para o arran­que do fes­ti­val. No dia 24, no TAGV, tem iní­cio a com­pe­ti­ção cine­ma­to­grá­fi­ca da “Selec­ção Cami­nhos” que inte­gra regis­tos que vão do docu­men­tal “O Tur­no do Dia” (Pedro Flo­rên­cio), ao cine­ma fan­tás­ti­co, che­gan­do aos “Cami­nhos Mag­néty­kos” (Edgar Pêra).

Nes­ta 24º edi­ção, os Cami­nhos con­ti­nu­am a afir­mar-se com uma mon­tra real de todo o cine­ma por­tu­guês. Tra­zem, em ante-estreia comer­ci­al ao gran­de públi­co, obras tão diver­sas como “Até que o Por­no nos Sepa­re” (Jor­ge Peli­ca­no) ou mes­mo “Aman­tes na Fron­tei­ra” (Atsushi Funahashi). Há ain­da espa­ço para a mais recen­te cine­ma­to­gra­fia naci­o­nal – “Pedro e Inês” (Antó­nio Fer­rei­ra), “A Árvo­re” (André Gil Mata) ou a ani­ma­ção “O Agou­ro” (David Dou­tel, Vas­co Sá) que abri­lhan­ta­rão as telas da cida­de.

Os Cami­nhos apre­sen­tam-se anu­al­men­te, em Coim­bra, como um fes­ti­val gene­ra­lis­ta: pre­mi­an­do tan­to os fil­mes nos seus mais vari­a­dos géne­ros, como as inter­ven­ções téc­ni­co-artís­ti­cas, con­fe­rin­do o reco­nhe­ci­men­to públi­co à espe­ci­a­li­za­ção das pro­fis­sões cine­ma­to­grá­fi­cas. É tam­bém uma pla­ta­for­ma para os Pré­mi­os da Fede­ra­ção Inter­na­ci­o­nal de Cine­clu­bes, de Impren­sa CISION e da segun­da cate­go­ria com­pe­ti­ti­va: a “Sele­ção Ensai­os”, que colo­ca a par-e-par as aca­de­mi­as naci­o­nais e inter­na­ci­o­nais. A ofer­ta do fes­ti­val para esta sema­na de cele­bra­ção do cine­ma por­tu­guês é fei­ta de 74 horas, 5 minu­tos e 55 segun­dos de novos Cami­nhos!

 por Cata­ri­na Maga­lhães

Sai­ba mais na seguin­te liga­ção: Pro­gra­ma­ção da 24.ª edi­ção.