Curta portuguesa “Entre Sombras” nomeada para os prémios César

Os ven­ce­do­res dos pré­mi­os da aca­de­mia fran­ce­sa serão conhe­ci­dos a 22 de feve­rei­ro.

Cinema Portugus

Os vencedores dos prmios da academia francesa sero conhecidos a 22 de fevereiro.

“Entre sombras”, que já foi exibido em vários festivais, está nomeado para o prémio César na categoria de Melhor Curta-Metragem de Animação, de acordo com informação disponibilizada, anunciou hoje a academia francesa de cinema.

O fil­me uti­li­za a téc­ni­ca de pixe­li­za­ção e ‘stop moti­on’ com ato­res reais e inter­pre­ta­ção de Sara Cos­ta e Gil­ber­to Oli­vei­ra.

“Entre som­bras” ven­ceu em dezem­bro o pré­mio de melhor ani­ma­ção do fes­ti­val Cami­nhos do Cine­ma, de Coim­bra. No mês ante­ri­or, tinha rece­bi­do uma men­ção hon­ro­sa e o Pré­mio do Públi­co na Fes­ta Mun­di­al da Ani­ma­ção (FMA), em Por­ta­le­gre.

Em julho, “Entre som­bras” ven­ceu o Pré­mio do Públi­co do fes­ti­val Cur­tas Vila do Con­de. Antes dis­so, já tinha rece­bi­do o Pré­mio do Públi­co no Ani­ma­fest, em Zabreg (Croá­cia), e o pré­mio espe­ci­al do júri do fes­ti­val de cine­ma de ani­ma­ção de Hiroshi­ma (Japão).

Para o César de Melhor Cur­ta-Metra­gem de Ani­ma­ção estão ain­da nome­a­dos com “The death, dad & son”, de Denis Wal­genwitz e Winsh­luss, “Ray­mon­de or the ver­ti­cal esca­pe”, de Sarah van Den Boom, e “Kötü Kiz”, de Ayçe Kar­tal.

Na 44ª edi­ção dos César, que são entre­gues a 22 de feve­rei­ro, “Ou nadas ou afun­das”, de Gil­les Lel­lou­che, e “Cus­tó­dia Par­ti­lha­da”, de Xavi­er Legrand, são os fil­mes mais nome­a­dos.

“Ou nadas ou afun­das” tem dez nome­a­ções, incluin­do em cate­go­ri­as como Melhor Fil­me, Melhor Rea­li­za­dor, Melhor Ator Secun­dá­rio (Jean Hugues Angla­de e Phil­li­pe Kate­ri­ne), Melhor Atriz Secun­dá­ria (Leï­la Bekh­ti e Vir­gi­nie Efi­ra), tan­tas como “Cus­tó­dia Par­ti­lha­da”, nome­a­do em cate­go­ri­as como Melhor Fil­me, Melhor Rea­li­za­dor, Melhor Pri­mei­ro Fil­me, Melhor Ator (Denis Méno­chet) e Melhor Atriz (Léa Druc­ker).

“Ou nadas ou afun­das” e “Cus­tó­dia par­ti­lha­da” com­pe­tem pelo César de Melhor Fil­me com “La dou­leur”, de Emma­nu­el Fin­ki­el, “Em liber­da­de!”, de Pier­re Sal­va­do­ri, “Os irmãos Sis­ters”, de Jac­ques Audi­ard, “Guy”, de Alex Lutz, e “Pupil­le” de Jean­ne Herr.

Na cate­go­ria de Melhor Rea­li­za­dor, Gil­les Lel­lou­che e Xavi­er Legrand com­pe­tem com os outros rea­li­za­do­res das lon­gas-metra­gens can­di­da­tas ao César de Melhor Fil­me.

Os res­tan­tes fil­mes com mais nome­a­ções são “Em liber­da­de!”, “Os irmãos Sis­ters”, ambos com nove cada, “La dou­leur”, com oito, e “Guy”, com sete.

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cinema Portugus

Fon­te.