Premiados MONSTRA 2019

Ain­da na Com­pe­ti­ção Por­tu­gue­sa hou­ve lugar a duas Men­ções Hon­ro­sas, uma para À TONA, de Fili­pe Abran­ches, e outra para AGOURO, de David Dou­tel e Vas­co Sá. ENTRE SOMBRAS, de Ali­ce Gui­ma­rães e Móni­ca San­tos, ven­ceu o Pré­mio do Públi­co.

Ain­da na Com­pe­ti­ção Por­tu­gue­sa hou­ve lugar a duas Men­ções Hon­ro­sas, uma para À TONA, de Fili­pe Abran­ches, e outra para AGOURO, de David Dou­tel e Vas­co Sá. ENTRE SOMBRAS, de Ali­ce Gui­ma­rães e Móni­ca San­tos, ven­ceu o Pré­mio do Públi­co.
Na Com­pe­ti­ção de Cur­tas-metra­gens, des­ta­que para os pré­mi­os de Melhor Fil­me Expe­ri­men­tal, entre­gue à copro­du­ção Portugal/Reino Uni­do RIDE, de Paul Bush, e Melhor Cur­ta Por­tu­gue­sa atri­buí­do a AGOURO, de David Dou­tel e Vas­co Sá.

QUERIDO ALGARVE, de Cata­ri­na Gil, ven­ceu o pré­mio de Melhor Cur­ta de Estu­dan­tes Por­tu­gue­sa na Com­pe­ti­ção de Estu­dan­tes – Júri Séni­or, e o Pré­mio de Melhor Fil­me Por­tu­guês na Com­pe­ti­ção de Estu­dan­tes – Júri Júni­or foi entre­gue a SENTIR-ME, de Débo­ra Rodri­gues, Joa­na Flau­zi­no e Vanes­sa San­tos.

O pal­ma­rés com­ple­to des­ta 18.ª edi­ção da MONSTRA está dis­po­ní­vel no sítio do fes­ti­val.

Fon­te.