Encontros de Cinema

O asso­ci­a­do João R. Pais, inte­gra o Júri Cine­clu­bes na XIX edi­ção dos Encon­tros de Cine­ma de Via­na do Cas­te­lo, con­jun­ta­men­te com Anxo San­to­mil e Ele­na Gar­cía.

Esta com­po­si­ção resul­ta de um pro­ces­so de nome­a­ção de cine­clu­bis­tas por par­te da Fede­ra­ção Por­tu­gue­sa de Cine­clu­bes e da Fede­ra­ción de Cine­clu­bes de Gali­cia, para a edi­ção dos XIX Encon­tros de Cine­ma de Via­na, orga­ni­za­dos pelo cine­clu­be AO NORTE.

O CEC par­ti­ci­pa­rá tam­bém no Encon­tro
Luso-Galai­co de Cine­clu­bes este ano dedi­ca­do ao tema Cine­ma e Polí­ti­cas Cul­tu­rais.

Os Encon­tros de Cine­ma de Via­na, orga­ni­za­dos pela Asso­ci­a­ção AO NORTE e pela Câma­ra Muni­ci­pal de Via­na do Cas­te­lo, afir­mam-se como uma expe­ri­ên­cia úni­ca no meio cul­tu­ral da região e do país, ao pro­por­ci­o­nar um espa­ço comum de par­ti­lha, for­ma­ção e deba­te em que con­flu­em estu­dan­tes de cine­ma e das esco­las de região, cine­clu­bis­tas de Por­tu­gal e da Gali­za e públi­co em geral, enri­que­ci­do com a par­ti­ci­pa­ção ati­va de pro­fis­si­o­nais des­te meio artís­ti­co.

Este espa­ço de exi­bi­ção, divul­ga­ção e refle­xão apos­ta numa for­te liga­ção aos mais jovens, à con­vo­ca­ção de um espec­tro amplo e plu­ral de públi­cos e ao estí­mu­lo do tra­ba­lho cri­a­ti­vo sobre a ima­gem e do seu poder para repre­sen­tar o que nos rodeia.

Uma das acti­vi­da­des pro­mo­vi­das é o Pré­mio Pri­mei­rO­lhar, Sec­ção com­pe­ti­ti­va com o obje­ti­vo de pro­mo­ver o docu­men­ta­ris­mo e pre­mi­ar o melhor docu­men­tá­rio rea­li­za­do por alu­nos de esco­las de cine­ma, de audi­o­vi­su­ais ou comu­ni­ca­ção, e por par­ti­ci­pan­tes em cur­sos de docu­men­ta­ris­mo pro­mo­vi­dos por outras enti­da­des de Por­tu­gal, da Gali­za, do Bra­sil e dos outros paí­ses de lín­gua por­tu­gue­sa.

O asso­ci­a­do João R. Pais, inte­gra o Júri Cine­clu­bes, con­jun­ta­men­te com Anxo San­to­mil e Ele­na Gar­cía. Esta com­po­si­ção resul­ta de um pro­ces­so de nome­a­ção de cine­clu­bis­tas por par­te da Fede­ra­ção Por­tu­gue­sa de Cine­clu­bes e da Fede­ra­ción de Cine­clu­bes de Gali­cia, para a edi­ção dos XIX Encon­tros de Cine­ma de Via­na, orga­ni­za­dos pelo cine­clu­be AO NORTE.

Esta ini­ci­a­ti­va é um espa­ço de dis­cus­são de cine­ma como ato edu­ca­ti­vo atra­vés da pre­sen­ça de vári­os tra­ba­lhos e esco­las naci­o­nais e inter­na­ci­o­nais, bem como local de refe­rên­cia para o encon­tro e refle­xão dos Cine­clu­bes por­tu­gue­ses e da Gali­za. Esse encon­tro decor­re­rá no dia 11 de Maio, subor­di­na­do ao tema Cine­ma e Polí­ti­cas Cul­tu­rais, com o objec­ti­vo de divul­gar fes­ti­vais de cine­ma orga­ni­za­dos por Cine­clu­bes e deba­ter ques­tões rela­ci­o­na­das com polí­ti­cas cul­tu­rais cen­tra­das no cine­ma.

Esta­rão pre­sen­tes os seguin­tes pro­jec­tos:
MDOC — Fes­ti­val Inter­na­ci­o­nal de Docu­men­tá­rio de Mel­ga­ço
Asso­ci­a­ção AO NORTE Cine­clu­be Via­na | Car­los Edu­ar­do Via­na e Dani­el Maci­el

FEST — New Direc­tors New Films Fes­ti­val
Cine­clu­be de Espi­nho | Fer­nan­do Vas­quez e José Cos­ta

Fes­ti­val de Cine­ma Luso Bra­si­lei­ro
Cine­clu­be da Fei­ra | Amé­ri­co San­tos

Fes­ti­val Cami­nhos Cine­ma Por­tu­guês
Cen­tro de Estu­dos Cine­ma­to­grá­fi­cos | Tia­go San­tos e João R. Pais

Avan­ca Film Fes­ti­val
Cine Clu­be de Avan­ca | Antó­nio Cos­ta Valen­te

VISTACURTA
Cine Clu­be de Viseu | Rodri­go Fran­cis­co

CINANIMA — Fes­ti­val Inter­na­ci­o­nal de Cine­ma de Ani­ma­ção
Nas­cen­te — Coo­pe­ra­ti­va de Acção Cul­tu­ral | João Cató­li­co

FICLOFESTIVAL INTERNACIONAL DE CINEMA E LITERATURA DE OLHÃO
Cine­clu­be de Tavi­ra (a con­fir­mar)

As ses­sões decor­rem no Tea­tro Muni­ci­pal Sá de Miran­da em Via­na do Cas­te­lo.

Programa

maio 10 > 22h30 > Sessão.1
UM HOMEM NÃO É UM HOMEM , de Alber­to Sei­xas (Por­tu­gal, 2018, 20′)
Alu­no da ESMAD, IPP, Cur­so de Mes­tra­do em Comu­ni­ca­ção Audi­o­vi­su­al

CONDE, de João San­chez (Por­tu­gal, 2018, 14′)
Alu­no da Esco­la Supe­ri­or de Tea­tro e Cine­ma, Cur­so de Cine­ma

• O CINEMA QUE NÃO SE , de Erik Ely (Bra­sil, 2018, 8′)
Alu­no da Uni­ver­si­da­de Esta­du­al de Goiás, Cur­so de Cine­ma e Audi­o­vi­su­al

HISTÓRIAS DE LOBOS, de Agnes Meng (Por­tu­gal, 2018, 22′)
Alu­na de Doc­no­mads Eras­mus Mun­dus Joint Mas­ter

BLACKRETRATO DE UMA METAMORFOSE, de Pie­tra Baral­di (Por­tu­gal, 2018, 15′)
Alu­na da ETIC – Esco­la Tec­no­ló­gi­ca de Ino­va­ção e Cri­a­ção, Cur­so HND – Cine­ma e Tele­vi­são

maio 11 > 10h30 > Sessão.2
REFÚGIO, de Shay Peled (Bra­sil, 2018, 20′)
Alu­na da Uni­ver­si­da­de Fede­ral do Espí­ri­to San­to, Cur­so de Cine­ma e Audi­o­vi­su­al

REAL COMPANHIA DOS ANIMAIS, de Ana Mar­ques (Por­tu­gal, 2018, 13′)
Alu­na da Esco­la Supe­ri­or de Tea­tro e Cine­ma, Cur­so de Cine­ma

CANTOS, CANTEDOS E CANTAROLAS: O CANTO POLIFÓNICO EM SÃO PEDRO DO SUL, de Maria do Rosá­rio Pes­ta­na e João Valen­tim (Por­tu­gal, 2018, 25′)
Alu­nos da Uni­ver­si­da­de de Avei­ro – Depar­ta­men­to de Comu­ni­ca­ção e Arte — Ins­ti­tu­to de Etno­mu­si­co­lo­gia

MARESIA, de Ber­nar­do San­tos (Por­tu­gal, 2019, 18′)
Alu­no da ETIC – Esco­la Tec­no­ló­gi­ca de Ino­va­ção e Cri­a­ção, Cur­so HND – Cine­ma e Tele­vi­são

maio 11 > 18h00 > Sessão.3
MUNDO NA MÃO, de Fran­cis­ca Maga­lhães, Joa­na Tato Bor­ges e Maria Cane­la (Por­tu­gal, 2018, 7′)
Alu­nas da Uni­ver­si­da­de Cató­li­ca Por­tu­gue­sa – Esco­la das Artes, Cur­so de Som e Ima­gem

ENSAIO, de Mari­a­na San­ta­na (Por­tu­gal, 2018, 14′)
Alu­na da Esco­la Supe­ri­or de Tea­tro e Cine­ma, Cur­so de Cine­ma

TERRA FÉRTIL, de Edu­ar­do Fili­pe e Sér­gio Fer­rei­ra (Por­tu­gal, 2018, 7′)
Alu­nos da ETIC – Esco­la Tec­no­ló­gi­ca de Ino­va­ção e Cri­a­ção, Cur­so de Rea­li­za­ção

RISCADAS, de Karoly­ne Men­des Gomes (Bra­sil, 2018, 15′)
Alu­na da Uni­ver­si­da­de Fede­ral do Espí­ri­to San­to, Cur­so de Cine­ma e Audi­o­vi­su­al

• O PRETÉRITO REVELADO, de Pedro Vaz (Por­tu­gal, 2019, 18′)
Alu­no da ETIC – Esco­la Tec­no­ló­gi­ca de Ino­va­ção e Cri­a­ção, Cur­so HND – Cine­ma e Tele­vi­são

maio 12 > 11h00 > Sessão.4
MISTÉRIO DE MIM, de Éder dos San­tos (Bra­sil, 2018, 14′)
Alu­no da UEG – Uni­ver­si­da­de Esta­du­al de Goiás, Cur­so de Cine­ma e Audi­o­vi­su­al

OLYMPO, de Tati­a­na Ramos (Por­tu­gal, 2018, 11′)
Alu­na da Esco­la Supe­ri­or de Tea­tro e Cine­ma, Cur­so de Cine­ma — área de rea­li­za­ção

QUEM ME DERA EM VEZ DE UMA CÂMERA TER UMA MOSCA, de Cláu­dia Cra­vei­ro San­tos (Por­tu­gal, 2018, 13′)
Uni­ver­si­da­de Cató­li­ca Por­tu­gue­sa – Esco­la das Artes, Cur­so de Som e Ima­gem

FEITO DE PEDRA E OSSOS, de Lean­dro Cor­dei­ro (Bra­sil, 2019, 17′)
Alu­na da Uni­ver­si­da­de do Sul de San­ta Cata­ri­na , Cur­so de Cine­ma e Audi­o­vi­su­al

FLOR DE LÓTUS, de Ana Pau­la Jun­quei­ra, Maria Cla­ra Nor­ba­chs e Mari­sa Alves Pedro (Por­tu­gal, 2018, 4′)
Alu­nas da Uni­ver­si­da­de da Bei­ra Inte­ri­or, Cur­so de Cine­ma