Arquivo da Categoria: Notícias

Oportunidade! Bolsa de Estágio Santander Universidades para Produtor Cultural

Os Caminhos do Cinema Português, através do programa de Bolsa Estágios do Santander, procuram um Produtor Cultural. Este estágio profissional, de 3 meses, é realizado no âmbito da 23.ª edição do festival Caminhos do Cinema Português. Procuramos candidatos com elevada capacidade para imaginar e criar eventos cinematográficos, gestão de projetos de comunicação e marketing!

Os candidatos devem ser licenciados e ter bons conhecimentos na área da cultura e entretenimento e produção de espectáculos, facilidade de comunicação e argumentação, gosto pelo trabalho de equipa e conhecimentos informáticos na ótica do utilizador. É essencial também a boa disposição.

Esta oferta de estágio está inserida no Programa de Bolsas Estágios do Santanter Universidades, programa promovido pelo Banco Santander Totta para promoção da ligação Universidade – Empresa! Para ver se a tua Instituição de Ensino Superior já aderiu ao programa e podes participar acede a bolsasdeestagiosantander.pt. É essencial o envio de candidatura com CV.

REQUISITOS

Estudos mínimos Licenciatura / Mestrado Integrado
Cursos 1. Administração de Publicidade e Marketing
2. Administração e Gestão de Empresas
3. Administração e Marketing
4. Animação Cultural
5. Animação e Produção Artística
6. Animação e Produção Cultural
7. Animação Sociocultural
8. Animação Sociocultural (regime pós-laboral)
9. Animação Socioeducativa
10. Animação Socioeducativa (regime pós-laboral)
11. Arte e Design
12. Arte e Multimédia
13. Arte Multimédia
14. Artes do Espectáculo
15. Artes Visuais – Multimédia
16. Programação e Mediação das Artes
17. Promoção Artística e Património
18. Relações Humanas e Comunicação Organizacional
19. Relações Públicas
20. Teatro e Educação
Requisitos mínimos –Bons conhecimentos na área da cultura e entretenimento e produção de espectáculos.
–Facilidade de comunicação e argumentação.
–Gosto pelo trabalho de equipa.
–Conhecimentos informáticos na ótica do utilizador.
–Boa disposição.
Idiomas Inglês ( Leitura: Nivel médio / Escrita: Nivel médio / Conversa: Nivel médio )
Software Ferramentas básicas (Utilizador)
Tipo de carta de condução B
Tipo de contrato Estágio profissional
Duração 3 meses
Horário de trabalho Horário a tempo inteiro

Informa-te e concorre em http://empregopt.santanderadvance.com

+ em: Oportunidade! Bolsa de Estágio Santander Universidades para Produtor Cultural

Direcção de Produção com João Fonseca

João Fonseca

A rodagem começa com a definição de todas as acções e respectivos intervenientes. Enquadrado nos módulos de rodagem, a Direcção de Produção irá abordar, com a coordenação de João Fonseca, os processos de decisão necessários à fase final da pré-produção e inicio de produção de um filme. Nesta fase espera-se que os formandos sejam capazes de planificar e definir o trabalho a levar a cabo durante os cinco dias em que será levada a cabo a realização de “A Costureirinha”, uma produção no âmbito da 19.ª Semana Cultural da Universidade de Coimbra.

2016 - Rodagem “Em Banho de Paragem”//embedr.flickr.com/assets/client-code.js

Além do trabalho de captura da imagem e do som, é necessário estabelecer a organização da equipa. Definir os cargos de realização, direcção de fotografia, som, arte ou de actores é fulcral para que os formandos consigam montar as várias perspectivas de produção definidas no guião, storyboard e outros documentos de planificação da estética do filme de acordo com um orçamento muito limitado. Assim, neste módulo tratar-se-ão os conhecimentos e competências necessárias a essa coordenação, assim como à coerência artística de todos os materiais que resultarão da rodagem. A frequência nos quatro módulos de rodagem, que para além de João Fonseca contam com a coordenação de Telmo Martins, Jorge Pelicano e Emidio Buchinho, tem condições especiais. Informe-se aqui.

João Fonseca é licenciado em Cinema pela Escola Superior de teatro e Cinema e graduado pelo European Audivisual Entrepeneurs (EAVE 2000). Começou a sua actividade profissional em 1987, tendo trabalhado em diversas funções relacionadas com a produção e realização de Cinema, Publicidade e Televisão. Trabalhou em produções nacionais e co-produções internacionais, com realizadores como Manoel de Oliveira, João Botelho, João Canijo, Luís Galvão Teles, entre outros.Trabalhou como realizador para a série “Manobras de Diversão” e realizou uma curta-metragem “De alguidar até ao mar”. Desde 2011 tem trabalhado regularmente com a FADO FILMES sendo o responsável desde essa data pela produção dos projectos concluídos, entre eles: A Morte de Carlos Gardel, Gelo, Cinzento e Negro e Refrigerantes e Canções de Amor.

João Fonseca
Direção de Produção

É licenciado em Cinema pela Escola Superior de teatro e Cinema e graduado pelo European Audivisual Entrepeneurs (EAVE 2000).

Começou a sua actividade profissional em 1987, tendo trabalhado em diversas funções relacionadas com a produção e realização de Cinema, Publicidade e Televisão.

João Fonseca

Telmo Martins

Telmo Martins
Realização

É Realizador de Cinema e Televisão.
Estudou na Universidade da Beira Interior onde se licenciou em Design e Multimédia com frequência de disciplinas dos cursos de Cinema e Electromecânica.

Como Realizador ganhou vários prémios internacionais, de onde se destacam os três prémios arrebatados na XVII edição dos Caminhos do Cinema Português, com o filme Um Funeral à Chuva.

Jorge Pelicano
Direção de Fotografia 1 e 2

Frequenta o mestrado de Comunicação e Jornalismo, na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.

Em 2012, deixou o Jornalismo e está atualmente a trabalhar como Realizador de Documentários na produtora Até ao Fim do Mundo onde acabou recentemente o seu último trabalho – Pára-me de repente o pensamento.

Jorge Pelicano

Emidio Buchinho

Emidio Buchinho
Designer, Montador e Operador de Som

Licenciado em Cinema, no ramo de Som, pela Escola Superior de Teatro e Cinema. Diplomado em música e guitarra pela Academia de Música e Belas Artes Luísa Todi e pelo Conservatório Municipal de Château-Thierry.
Especialista em Som para Audiovisual e Multimédia.
Doutorando em Ciência e Tecnologia das Artes – Informática Musical, na Universidade Católica Portuguesa.
Professor universitário e formador credenciado em Som para Audiovisuais e Multimédia, Música Electrónica e Experimental.

+ em: Direcção de Produção com João Fonseca

in memoriam Fernando Taborda

Os Caminhos do Cinema Português vêm por este meio expressar a sua homenagem ao actor Fernando Taborda. Companheiro de rodagem, numa das várias aventuras pedagógicas proporcionadas pelo curso Cinemalogia, Taborda sempre nos agraciou na sua presença com uma profunda boa disposição e uma visão excepcional de como os processos de transformação do guião cinematográfico, pelos intérpretes e pelos técnicos, são o resultado de uma cumplicidade extrema. Além de um actor excepcional, do teatro e do cinema, sentimos que perdemos um amigo que partilhava do mesmo entusiamo que nós pelo cinema português.

O velório realiza-se hoje, quarta-feira, a partir das 16h30 na igreja de S. José em Coimbra, sendo que a cremação será amanhã com saída às 9h00.

À família e aos amigos endereçamos as mais sentidas condolências.

Partilhamos o talento de Taborda no papel de Jorge, O Papa, em Paloma (2014) produzido no âmbito da Semana Cultural da Universidade de Coimbra e da 3.ª edição do curso Cinemalogia.

+ em: in memoriam Fernando Taborda

in memoriam Fernando Taborda

Os Caminhos do Cinema Português vêm por este meio expressar a sua homenagem ao actor Fernando Taborda. Companheiro de rodagem, numa das várias aventuras pedagógicas proporcionadas pelo curso Cinemalogia, Taborda sempre nos agraciou na sua presença com uma profunda boa disposição e uma visão excepcional de como os processos de transformação do guião cinematográfico, pelos intérpretes e pelos técnicos, são o resultado de uma cumplicidade extrema. Além de um actor excepcional, do teatro e do cinema, sentimos que perdemos um amigo que partilhava do mesmo entusiamo que nós pelo cinema português.

+ em: in memoriam Fernando Taborda

João Pinhão ensina Direção de Actores e o processo de Casting

João Pinhão

A direcção de actores assenta na definição da colocação e do movimento dos atores no espaço em função da iluminação, dos “decores” e do enquadramento do plano e dos movimentos de câmara, constituem, para além da representação propriamente dita. A 4 e 5 de março o curso de cinema “cinemalogia” recebe a visita de João Pinhão, experiente assistente de Realização em Cinema e Publicidade, que trabalhou em alguns dos filmes portugueses mais relevantes dos últimos anos de realizadores como João César Monteiro, Manoel de Oliveira, Raoul Ruiz, João Botelho, Fernando Lopes, João Canijo, Laurence Ferreira Barbosa, Valeria Sarmiento, Marco Martins ou Ivo M. Ferreira. Ao longo do tempo, ele foi alargando o seu raio de ação, fazendo também Direção de Casting em alguns dos seu trabalhos.

O trabalho de Direção de Atores passa pela exploração da colocação e do movimento dos atores considerando o conjunto com aqueles restantes elementos da “mise-en-scène”, a representação de ideias e sentimentos, os enquadramentos e os movimentos de câmara, para fins artísticos. Para um realizador, saber trabalhar com atores resulta do equilíbrio de todas as decisões que ele mesmo toma, a partir do momento em que tem o argumento do seu filme sob seu inteiro domínio, isto é, a partir do momento em que sabe o que pretende com o filme que vai fazer e o que pretendem as suas personagens com as suas vidas. Mais do que moldar um actor ou uma actriz, será importante para o realizador, sobretudo, saber escolher, saber decidir e saber dirigir.

Esta formação terá como seus objectivos perceber e escolher quais os melhores actores para determinados personagens e interpretações no filme através de várias técnicas. Para isso realizamos um casting aberto a toda a comunidade com o objectivo primordial de definir os intérpretes da história de “A Costureirinha”. Cada formando irá realizar uma análise do guião, personagens e actores e em conjunto com o formador avaliando e definir os actores para cada personagem do filme de acordo com as suas características psicológicas e físicas. Um desafio pedagógico, lançado aos formandos e aos candidatos a intérpretes da história, que vai ao encontro do mote da 19ª Semana Cultural da Universidade de Coimbra; “quem somos?”. Conseguirão eles construir a resposta a esta questão dentro do mundo de Maria e Ermelinda?

As inscrições para a formação ainda estão disponíveis em www.caminhos.info/cinemalogia-inscricao

+ em: João Pinhão ensina Direção de Actores e o processo de Casting