Cinemalogia em Pós-Produção

O Cur­so de Cine­ma — Cine­ma­lo­gia — con­cluiu a sem­pre atri­bu­la­da eta­pa de pro­du­ção da cur­ta-metra­gem que foi pro­pos­ta pelos seus for­man­dos. De 8 a 11 de abril, os for­man­dos tive­ram a opor­tu­ni­da­de de colo­car em prá­ti­ca os conhe­ci­men­tos adqui­ri­dos nos módu­los ante­ri­o­res. Apre­sen­ta-se-lhes ago­ra uma das eta­pas ter­mi­nais do per­cur­so de manu­fac­tu­ra de um flme: a pós-pro­du­ção. Logo após a roda­gem da cur­ta-metra­gem, inti­tu­la­da “A Cos­tu­rei­ri­nha”, che­ga ago­ra a difí­cil mis­são de reu­nir todos os mate­ri­ais pro­du­zi­dos duran­te as fil­ma­gens. A pro­du­ção de uma obra cine­ma­to­grá­fi­ca não é pos­sí­vel sem par­ce­ri­as, pelo que vimos des­te meio agra­de­cer todo o apoio demons­tra­do pela nos­sa cida­de de Coim­bra, for­man­dos, for­ma­do­res e às nos­sas atri­zes, que pos­si­bi­li­ta­ram mais uma pro­du­ção cine­ma­to­grá­fi­ca na Lusa Ate­nas.

Discurso de Abertura

http://i1.wp.com/caminhos.info/wp-content/uploads/IMG_0292-e1479645612462.jpg?fit=1024%2C683

Encon­­tra­­mo-nos na aber­tu­ra da XXII Edi­ção do Fes­ti­val Cami­nhos do Cine­ma Por­tu­guês, este ano no Mos­tei­ro de San­ta Cla­ra a Nova, como mar­ca da união entre o nos­so fes­ti­val e a his­tó­ria cul­tu­ral da cida­de de Coim­bra.

Ape­sar de todas as difi­cul­da­des que sem­pre mar­cam a orga­ni­za­ção de um even­to como este, foi con­se­gui­da inau­gu­rar mais uma edi­ção gra­ças ao cons­tan­te apoio da nos­sa orga­ni­za­ção e par­cei­ros.

Boa noi­te,

Encon­­tra­­mo-nos na aber­tu­ra da XXII Edi­ção do Fes­ti­val Cami­nhos do Cine­ma Por­tu­guês, este ano no Mos­tei­ro de San­ta Cla­ra a Nova, como mar­ca da união entre o nos­so fes­ti­val e a his­tó­ria cul­tu­ral da cida­de de Coim­bra.

Ape­sar de todas as difi­cul­da­des que sem­pre mar­cam a orga­ni­za­ção de um even­to como este, foi co

http://i1.wp.com/caminhos.info/wp-content/uploads/IMG_0292-e1479645612462.jpg?fit=1024%2C683
Encon­­tra­­mo-nos na aber­tu­ra da XXII Edi­ção do Fes­ti­val Cami­nhos do Cine­ma Por­tu­guês, este ano no Mos­tei­ro de San­ta Cla­ra a Nova, como mar­ca da união entre o nos­so fes­ti­val e a his­tó­ria cul­tu­ral da cida­de de Coim­bra.

Ape­sar de todas as difi­cul­da­des que sem­pre mar­cam a orga­ni­za­ção de um even­to como este, foi con­se­gui­da inau­gu­rar mais uma edi­ção gra­ças ao cons­tan­te apoio da nos­sa orga­ni­za­ção e par­cei­ros.

Banho de Paragem estreia amanhã

http://i1.wp.com/caminhos.info/wp-content/uploads/facebook-cover.jpg?fit=851%2C315

A Ceri­mó­nia de Aber­tu­ra mar­ca o iní­cio for­mal des­ta XXII edi­ção. Nela são rece­bi­das todas as enti­da­des envol­vi­das no Fes­ti­val e são nome­a­das em ges­to de agra­de­ci­men­to. É tam­bém fei­ta uma peque­na apre­sen­ta­ção da pro­gra­ma­ção geral do Fes­ti­val e do gru­po de jura­dos das mais diver­sas cate­go­ri­as. Tam­bém mar­ca a estreia em gran­de écran da cur­ta metra­gem – Banho de Para­gem – pro­du­zi­da no âmbi­to do 5.º cur­so de cine­ma­lo­gia pro­mo­vi­dos pela orga­ni­za­ção que este ano con­tou com a coor­de­na­ção de Nuno Rocha.

Banho de Para­gem será exi­bi

http://i1.wp.com/caminhos.info/wp-content/uploads/facebook-cover.jpg?fit=851%2C315
A Ceri­mó­nia de Aber­tu­ra mar­ca o iní­cio for­mal des­ta XXII edi­ção. Nela são rece­bi­das todas as enti­da­des envol­vi­das no Fes­ti­val e são nome­a­das em ges­to de agra­de­ci­men­to. É tam­bém fei­ta uma peque­na apre­sen­ta­ção da pro­gra­ma­ção geral do Fes­ti­val e do gru­po de jura­dos das mais diver­sas cate­go­ri­as. Tam­bém mar­ca a estreia em gran­de écran da cur­ta metra­gem – Banho de Para­gem – pro­du­zi­da no âmbi­to do 5.º cur­so de cine­ma­lo­gia pro­mo­vi­dos pela orga­ni­za­ção que este ano con­tou com a coor­de­na­ção de Nuno Rocha.

Privacy Preference Center

cec

.

.
.
.

Close your account?

Your account will be closed and all data will be permanently deleted and cannot be recovered. Are you sure?