Cinemalogia em Pós-Produção

O Curso de Cinema – Cinemalogia – concluiu a sempre atribulada etapa de produção da curta-metragem que foi proposta pelos seus formandos. De 8 a 11 de abril, os formandos tiveram a oportunidade de colocar em prática os conhecimentos adquiridos nos módulos anteriores. Apresenta-se-lhes agora uma das etapas terminais do percurso de manufactura de um flme: a pós-produção. Logo após a rodagem da curta-metragem, intitulada “A Costureirinha”, chega agora a difícil missão de reunir todos os materiais produzidos durante as filmagens. A produção de uma obra cinematográfica não é possível sem parcerias, pelo que vimos deste meio agradecer todo o apoio demonstrado pela nossa cidade de Coimbra, formandos, formadores e às nossas atrizes, que possibilitaram mais uma produção cinematográfica na Lusa Atenas.

O conjunto de módulos formativos correspondentes à pós-produção cinematográfica inicia-se com a coordenação de João Braz em dose dupla nos módulos de Montagem de áudio e imagem, nos dias 22, 23, 29 e 30 de abril. João Braz é uma das principais referências nacionais na montagem cinematográfica com um vasto currículo em montagens de longas-metragens, documentários, assim como séries de ficção e publicidade, tais como “Os Maias”, ”Alice”, “Noite Escura”, “Sangue do meu Sangue”, “Linha Vermelha” e “Os filhos do Rock”. Nestes módulos, levar-se-á aos formandos os aspetos basilares da montagem de uma obra cinematográfica, insinando-lhes todo o processo de montagem de um filme, que por norma é invisível aos olhos do espetador.

Seguidamente a estes módulos, a formação terá como próximos módulos o de Edição de Som, a 6 e 7 de maio, com José Cardoso, e o módulo de Colour Grading, a 13 e 14 de maio, com o reconhecido Director de Fotografia Pedro Azevedo.

Conheça o restante programa do curso em www.caminhos.info/cinemalogia.
As inscrições ainda se encontram abertas e podem ser feitas em http://caminhos.info/cinemalogia/cinemalogia-inscricao

Publicado em Cinemalogia em Pós-Produção

 

Discurso de Abertura

Encontramo-nos na abertura da XXII Edição do Festival Caminhos do Cinema Português, este ano no Mosteiro de Santa Clara a Nova, como marca da união entre o nosso festival e a história cultural da cidade de Coimbra.

Apesar de todas as dificuldades que sempre marcam a organização de um evento como este, foi conseguida inaugurar mais uma edição graças ao constante apoio da nossa organização e parceiros. Continuar a ler

Banho de Paragem estreia amanhã

A Cerimónia de Abertura marca o início formal desta XXII edição. Nela são recebidas todas as entidades envolvidas no Festival e são nomeadas em gesto de agradecimento. É também feita uma pequena apresentação da programação geral do Festival e do grupo de jurados das mais diversas categorias. Também marca a estreia em grande écran da curta metragem – Banho de Paragem – produzida no âmbito do 5.º curso de cinemalogia promovidos pela organização que este ano contou com a coordenação de Nuno Rocha. Continuar a ler