Arquivo de etiquetas: Raquel Freire

Ciclo de Cinema “Paisagens Culturais”

O Cen­tro de Estu­dos Cine­ma­to­grá­fi­cos e o Museu Mono­grá­fi­co de Conim­bri­ga apre­sen­tam como pro­gra­ma­ção cul­tu­ral no âmbi­to do Dia Inter­na­ci­o­nal dos Museus, este ano sob a dire­triz “Museus e Pai­sa­gens Cul­tu­rais”, um Ciclo de Cine­ma.

Atra­vés da “Séti­ma Arte” pro­cu­ram-se redes­co­brir outras pai­sa­gens, outras estó­ri­as, cen­tra­das na cida­de de Coim­bra. Des­de a obra pri­ma “Capas Negras”, onde a fadis­ta Amá­lia Rodri­gues reve­lou o seu talen­to como atriz, pas­san­do tam­bém pelas lutas aca­dé­mi­cas dos anos 1969 em “Fute­bol de Cau­sas”. “O Ras­gan­ço”, “Quin­to Impé­rio” e “O Arqui­tec­to e a Cida­de Velha” são outras das obras que per­mi­ti­rão fazer uma via­gem pelo tem­po, per­cor­rer momen­tos his­tó­ri­cos, obser­var pano­ra­mas e ico­no­gra­fi­as diver­sas, retra­ta­das pelo olhar pecu­li­ar de rea­li­za­do­res por­tu­gue­ses.

Entre os dias 17 e 21 de Maio, a par­tir das 21h30, no Audi­tó­rio do Museu Mono­grá­fi­co de Conim­bri­ga. A Entra­da é Gra­tui­ta e limi­ta­da a 90 luga­res.

13133371_1050591545015629_7109119877648734496_n

Como com­ple­men­to a este ciclo de cine­ma há a pos­si­bi­li­da­de de se jan­tar no Res­tau­ran­te do Museu Mono­grá­fi­co de Conim­bri­ga. A reser­va para jan­tar asse­gu­ra auto­ma­ti­ca­men­te lugar na sala.

Emen­ta (10 € por pes­soa com tudo incluí­do):
Dia 17: Cal­do ver­de, Chur­ras­qui­nho de por­co pre­to, Pan­na-cot­ta.
Dia 18: Sopa de espi­na­fres, Lom­bi­nho reche­a­do com amei­xas, Bolo de cho­co­la­te com gela­do.
Dia 19: Sopa do mar, Sal­mão con­fi­ta­do, Bolo de ana­nás com gela­do.
Dia 20: Sopa de legu­mes, Tibor­na­da de baca­lhau, Tor­ta de laran­ja.
Dia 21: Duo de cenou­ra e cou­ve-flor, Perú reche­a­do com alhei­ra, Tira­mi­sú

Mais infor­ma­ção atra­vés do 239 941 177 / conimbriga@dgpc.pt

Ciclo de Cinema Português — ESN

Decor­re­rá entre 4 de Abril e 30 de Maio o Ciclo de Cine­ma Por­tu­guês – ESN, um ciclo de cine­ma exclu­si­va­men­te por­tu­guês, que terá como públi­co-alvo os estu­dan­tes inter­na­ci­o­nais, per­mi­tin­do assim que estes con­vi­vam com uma qua­li­da­de naci­o­nal mui­tas vezes esque­ci­da mas que vai ganhan­do cada vez mais pro­jec­ção inter­na­ci­o­nal. Para este ciclo o CEC e a ESN reu­ni­ram 5 fil­mes, legen­da­dos em inglês, que mui­to bem ilus­tram as vari­a­das ver­ten­tes dos nos­sos cine­as­tas. As ses­sões terão lugar no Mini-audi­tó­rio Sal­ga­do Zenha e têm iní­cio às 22h.

Para come­çar, dia 4 de Abril, será exi­bi­do o fil­me Ras­gan­ço, um fil­me de fic­ção que rela­ta uma série de cri­mes na cida­de de Coim­bra e nal­gu­mas das tra­di­ções aca­dé­mi­cas que nos são tão conhe­ci­das.

No dia 18 de Abril pode­rá ser vis­to o fil­me Aque­le que­ri­do mês de Agos­to, um retra­to do Por­tu­gal do inte­ri­or com os seus popu­la­res, as suas fes­tas e os seus amo­res.

Dia 2 de Maio conhe­ce­re­mos a his­tó­ria de Nuno, um homem que tra­ba­lha numa rou­lot­te de bifa­nas, inven­ta uma máqui­na revo­lu­ci­o­ná­ria para a indús­tria do cal­ça­do. Vive­re­mos a obses­são des­te homem por ven­der a máqui­na e o des­cu­ro des­te pelas coi­sas essen­ci­ais da sua vida no fil­me Embar­go.

A 16 de Maio Dot.com fará as delí­ci­as do públi­co com a his­tó­ria de uma aldeia, Águas Altas, da sua guer­ra com uma mul­ti­na­ci­o­nal espa­nho­la por cau­sa de um site e das reper­cus­sões mediá­ti­cas que esta situ­a­ção cari­ca­ta traz.

Para ter­mi­nar, a 30 de Maio, será a vez de Quin­ze pon­tos na alma, um dra­ma em que uma mulher se apai­xo­na por um homem que ten­ta­va esca­par à vida sal­tan­do de uma pon­te. Uma pai­xão mis­te­ri­o­sa que se trans­for­ma em obses­são e que faz esta mulher seguir um sonho, mes­mo que isso sig­ni­fi­que dei­xar tudo para trás.

Este ciclo será gra­tui­to para alu­nos com car­tão ESN e para os sóci­os do CEC. Para a res­tan­te comu­ni­da­de terá o cus­to de 1€ por ses­são.