Aprender Montagem com Pedro Ribeiro

Come­ça no pró­xi­mo fim‑de‑semana a pri­mei­ra par­te da for­ma­ção em mon­ta­gem com a ori­en­ta­ção de Pedro Ribei­ro. Ao lon­go de 32 horas será rea­li­za­da uma abor­da­gem aos aspe­tos artís­ti­cos e esté­ti­cos da mon­ta­gem, noção da con­ti­nui­da­de no espa­ço e no tem­po, bem como a intro­du­ção ao con­cei­to de estru­tu­ra. Todo o pro­ces­so de apren­di­za­gem no módu­lo será acom­pa­nha­do por uma for­te com­po­nen­te prá­ti­ca, onde os itens da for­ma­ção serão assi­mi­la­dos no con­tac­to direc­to com o mate­ri­al pro­du­zi­do.

No seu vas­to cur­rí­cu­lo exis­te um equi­lí­brio entre a lin­gua­gem audi­o­vi­su­al comer­ci­al ou publi­ci­tá­ria, em que come­çou a car­rei­ra, e o cine­ma de arte e ensaio, encon­tran­do-se a cola­bo­ra­ção com rea­li­za­do­res como Bil­le August, Bru­no de Almei­da, Gon­ça­lo Gal­vão Teles, Gon­ça­lo Wad­ding­ton, José Sacra­men­to, Leo­nel Viei­ra, Pedro Cos­ta, Pedro Sena Nunes, Pilar Ruiz-Gutiér­rez ou Tia­go Gue­des. Entre os tra­ba­lhos mais recen­tes de Pedro Ribei­ro estão os fil­mes Vari­a­ções (2019), de João Maia, SNU (2019) de Patrí­cia Sequei­ra, Par­que Mayer (2018) e Os Gatos Não Têm Ver­ti­gens (2014) de Antó­nio Pedro Vas­con­ce­los, Quar­ta Divi­são (2013) de Joa­quim Lei­tão, ou Os Insen­sí­veis (2012) de Juan Car­los Medi­na. A sua car­rei­ra cine­ma­to­grá­fi­ca come­çou em 1994 como Assis­ten­te de Mon­ta­gem no fil­me Pan­do­ra, de Antó­nio da Cunha Tel­les, Manu­al de Eva­são, de Edgar Pêra e no ano seguin­te em Adão e Eva de Joa­quim Lei­tão.

Adi­ci­o­nal­men­te tra­ba­lhou em outros fil­mes na Dire­ção de Acto­res, Foto­gra­fia ou Som.

As ins­cri­ções estão dis­po­ní­veis em www.caminhos.info/cinemalogia/inscricao

Sai­ba mais na seguin­te liga­ção: Apren­der Mon­ta­gem com Pedro Ribei­ro.