Longa-metragem “A Herdade”, de Tiago Guedes, em Competição no Festival de Veneza

Cator­ze anos depois, um fil­me de um rea­li­za­dor por­tu­guês vol­ta a ser selec­ci­o­na­do para a Com­pe­ti­ção Ofi­ci­al do Fes­ti­val de Cine­ma de Vene­za.

Cinema Portugus

Catorze anos depois, um filme de um realizador portugus volta a ser seleccionado para a Competio Oficial do Festival de Cinema de Veneza.

“A Herdade”, longa-metragem do realizador português Tiago Guedes, fará parte da principal secção competitiva da 76ª edição do Festival de Veneza.

O fil­me con­ta a saga de uma famí­lia e de João Fer­nan­des (inter­pre­ta­do por Alba­no Jeró­ni­mo), caris­má­ti­co pro­pri­e­tá­rio de uma das mai­o­res her­da­des da Euro­pa, a sul do Tejo. “A Her­da­de” apre­sen­ta-se como um gran­de fres­co de Por­tu­gal duran­te a segun­da meta­de do sécu­lo XX, com per­so­na­gens for­tes, inten­sas e enig­má­ti­cas, e inter­pre­ta­ções de Alba­no Jeró­ni­mo, San­dra Falei­ro, Miguel Bor­ges, João Vicen­te, e dos jovens João Pedro Mame­de, Rodri­go Tomás e Bea­triz Brás, entre outros.

O pro­jec­to teve iní­cio há oito anos, a par­tir de uma ideia do pro­du­tor Pau­lo Bran­co, com guião do escri­tor Rui Car­do­so Mar­tins e Tia­go Gue­des (e ain­da a par­ti­ci­pa­ção de Gil­les Tau­rand). A mon­ta­gem é de Rober­to Per­pig­na­ni, que tra­ba­lhou, entre outros, com Orson Wel­les, Ber­nar­do Ber­to­luc­ci, os irmãos Tavi­a­ni. A dire­ção de foto­gra­fia per­ten­ce a João Lan­ça Morais.

Além da pre­sen­ça em Vene­za, “A Her­da­de” tam­bém fará par­te da Selec­ção Ofi­ci­al do TIFF (Toron­to Inter­na­ti­o­nal Film Fes­ti­val), na sua sec­ção mais impor­tan­te, Spe­ci­al Pre­sen­ta­ti­ons.

“A Her­da­de” tem estreia mar­ca­da em Por­tu­gal a 19 de Setem­bro.

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cinema Portugus

Fon­te.