Curtas portuguesas nomeadas para os prémios Annie

Tio Tomás, A Con­ta­bi­li­da­de dos Dias” e “Pur­ple­boy” fazem par­te da lis­ta de nome­a­dos em 32 cate­go­ri­as para os pré­mi­os da Soci­e­da­de Inter­na­ci­o­nal de Cine­ma de Ani­ma­ção.

Cinema Portugus Curta-metragem

Tio Toms, A Contabilidade dos Dias” e “Purpleboy” fazem parte da lista de nomeados em 32 categorias para os prmios da Sociedade Internacional de Cinema de Animao.

Duas curtas-metragens portuguesas, “Tio Tomás, A Contabilidade dos Dias”, e “Purpleboy”, estão nomeadas para os prémios Annie, atribuídos anualmente pela Sociedade Internacional de Cinema de Animação.

De acor­do com o sítio ‘onli­ne’ da orga­ni­za­ção, os dois fil­mes estão numa das 32 cate­go­ri­as do pré­mio, que abran­gem des­de melhor fil­me, argu­men­to, voz, per­so­na­gem, design, a outras cate­go­ri­as téc­ni­cas do cine­ma de ani­ma­ção.

“Tio Tomás, A Con­ta­bi­li­da­de dos Dias”, fil­me da rea­li­za­do­ra Regi­na Pes­soa, é dis­tri­buí­do e pro­mo­vi­do pela Agên­cia da Cur­ta Metra­gem e copro­du­zi­do entre Por­tu­gal (Abi Fei­jó, Ciclo­pe Fil­mes), Fran­ça (Regi­nald de Guil­le­bon, Les Arma­teurs) e Cana­dá (Julie Roy, ONF).

A cur­ta de 13 minu­tos foi dupla­men­te pre­mi­a­da, este ano, no Fes­ti­val Inter­na­ci­o­nal de Ani­ma­ção de Annecy, com o Pré­mio Espe­ci­al do Júri e o Pré­mio para a Melhor Músi­ca Ori­gi­nal, da auto­ria do com­po­si­tor cana­di­a­no Nor­mand Roger.

O fil­me tam­bém ven­ceu o Gran­de Pré­mio do Fes­ti­val Inter­na­ci­o­nal de Ani­ma­ção do Bra­sil — Ani­ma Mun­di.

A rea­li­za­do­ra tem des­cri­to o fil­me des­ta for­ma: “A par­tir das memó­ri­as afe­ti­vas e visu­ais da minha infân­cia, este fil­me pre­ten­de ser uma home­na­gem ao meu tio Tomás, um homem humil­de e um pou­co excên­tri­co, que teve uma vida sim­ples e anó­ni­ma”.

“Com este fil­me eu gos­ta­ria de tes­te­mu­nhar que não é pre­ci­so ser-se alguém para se ser exce­ci­o­nal na nos­sa vida”, dis­se Regi­na Pes­soa.

O outro fil­me por­tu­guês de ani­ma­ção nome­a­do para os pré­mi­os Annie, é “Pur­ple­boy”, do rea­li­za­dor Ale­xan­dre Siquei­ra, que já ven­ceu o pré­mio de melhor cur­ta-metra­gem do Fes­ti­val Inter­na­ci­o­nal de Ani­ma­ção de Per­nam­bu­co, que dis­tin­guiu tam­bém Regi­na Pes­soa, como melhor rea­li­za­do­ra, pelo fil­me “Tio Tomás”.

“Pur­ple­boy”, de Ale­xan­dre Siquei­ra, abor­da a ques­tão da iden­ti­da­de de géne­ro e gira em tor­no de uma cri­an­ça que cres­ce no jar­dim dos pais, com o cor­po a desen­vol­ver-se no sub­so­lo, sem que nin­guém conhe­ça o seu sexo bio­ló­gi­co, nem o pró­prio, ape­sar de ele saber per­fei­ta­men­te aqui­lo que quer ser.

“Pur­ple­boy” já tinha sido tam­bém dis­tin­gui­do este ano, no Fes­ti­val Cur­tas de Vila do Con­de, como melhor fil­me de ani­ma­ção.

Para os pré­mi­os Annie, na cate­go­ria de Melhor Fil­me, estão nome­a­dos “Fro­zen 2”, da Walt Dis­ney Ani­ma­ti­on Stu­di­os, “Como Trei­nar o seu Dra­gão: O Mun­do Secre­to”, da Dre­amWorks Ani­ma­ti­on, “Klaus”, pela Net­flix, numa pro­du­ção da The Spa Stu­di­os e da Atres­me­dia Cine, “Mis­sing Link”, da Lai­ka e LLC, e ain­da “Toy Story 4”, da Pixar Ani­ma­ti­on Stu­di­os.

Para Melhor Rea­li­za­ção foram nome­a­dos Jen­ni­fer Lee e Chris Buck, por “Fro­zen 2”, Jeremy Cla­pin para “I Lost My Body”, Ser­gio Pablos por “Klaus”, Chris Butler, por “Mis­sing Link”, e Mako­to Shin­kai por “Weathe­ring With You”.

por LUSA
publi­ca­do 23:02 — 02 dezem­bro ’19

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cinema Portugus Curta-metragem

Fon­te.