Filme português na corrida aos Óscares

O fil­me de Regi­na Pes­soa, pro­du­zi­do por Abi Fei­jó — ambos mem­bros da Aca­de­mia de Artes e Ciên­ci­as Cine­ma­to­grá­fi­cas de Hollywo­od -, é um dos dez fil­mes pré-sele­ci­o­na­dos pela Aca­de­mia para o Óscar de Melhor Cur­ta-metra­gem de Ani­ma­ção.

O fil­me de Regi­na Pes­soa, pro­du­zi­do por Abi Fei­jó — ambos mem­bros da Aca­de­mia de Artes e Ciên­ci­as Cine­ma­to­grá­fi­cas de Hollywo­od -, é um dos dez fil­mes pré-sele­ci­o­na­dos pela Aca­de­mia para o Óscar de Melhor Cur­ta-metra­gem de Ani­ma­ção.

Esta short-list resul­ta de uma pri­mei­ra vota­ção dos mem­bros da Aca­de­mia que inte­gram os ramos de Cur­ta-metra­gem e de Fil­mes de Ani­ma­ção, que vota­rão ago­ra para ele­ger os cin­co nome­a­dos ao Óscar des­ta cate­go­ria, para a qual se qua­li­fi­ca­ram, este ano, 92 obras.

De fora da cor­ri­da aos Óscar 2020 ficam AGOURO, de David Dou­tel e Vas­co Sá, e DON’T FEED THESE ANIMALS, de Gui­lher­me Afon­so e Miguel Madaíl de Frei­tas, duas cur­tas-metra­gens de ani­ma­ção por­tu­gue­sas que tam­bém se havi­am qua­li­fi­ca­do para inte­gra­rem a lis­ta de fil­mes can­di­da­tos ao Óscar de Melhor Cur­ta-metra­gem de Ani­ma­ção, e A HERDADE, de Tia­go Gue­des, nome­a­do pela Aca­de­mia Por­tu­gue­sa de Cine­ma para a cate­go­ria de Melhor Fil­me Inter­na­ci­o­nal.

Conhe­ça todos os fil­mes pré-sele­ci­o­na­dos pela Aca­de­mia de Hollywo­od em nove cate­go­ri­as.

Fon­te.