Centro de Estudos Cinematográficos

Caminhos do Cinema Português em Torres Novas

A des­cen­tra­li­za­ção do aces­so à cul­tu­ra e o estí­mu­lo de novos hábi­tos de con­su­mo da cul­tu­ra cine­ma­to­grá­fi­ca naci­o­nal, são alguns dos pila­res do fes­ti­val Cami­nhos do Cine­ma Por­tu­guês. Nes­se sen­ti­do, em con­jun­to com o Muni­cí­pio e o Cine­clu­be de Tor­res Novas, os Cami­nhos do Cine­ma Por­tu­guês pas­sa­rão por esta cida­de riba­te­ja­na no pró­xi­mo fim‑de‑semana.

O mote de “Cine­ma Por­tu­guês para Todos” aca­ba por ser her­dei­ro da acti­vi­da­de cine­clu­bis­ta que está na géne­se des­te fes­ti­val. O Cine­clu­be de Tor­res Novas tem cum­pri­do, nos últi­mos 60 anos, a fun­ção de pro­gra­mar e mos­trar cine­ma, con­tri­buin­do para este mapa naci­o­nal de cir­cui­tos alter­na­ti­vos de exi­bi­ção.  Assim, e gra­ças à ini­ci­a­ti­va do Muni­cí­pio e des­te Cine­clu­be, Tor­res Novas rece­be­rá nos dias 31 de Janei­ro e 1 de Feve­rei­ro uma exten­são da XXV Edi­ção dos Cami­nhos do Cine­ma Português.

Esta exten­são irá con­tar com uma “Ses­são Cami­nhos”, com pro­du­ções por­tu­gue­sas galar­do­a­das na XXV Edi­ção do fes­ti­val; e “Ses­são Juni­o­res”, com pro­gra­ma­ção pen­sa­da no públi­co infanto-juvenil.

Serão pro­jec­ta­dos no sába­do, 31 de Janei­ro, os fil­mes “O Pecu­li­ar Cri­me do Estra­nho Sr. Jacin­to” de Bru­no Cae­ta­no, (ven­ce­dor do Pré­mio Melhor Ani­ma­ção, e “Que­ro-te Tan­to!” de Vicen­te Alves do Ó, que rece­beu o Pré­mio do Públi­co “Cha­ma Ama­re­la” nes­ta últi­ma edição.

No dia 1 de Feve­rei­ro, numa ses­são pen­sa­da nos mais novos, “Ses­são Juni­o­res”, serão pro­jec­ta­das ani­ma­ções infan­to-juve­nis, entre elas o fil­me “#LINGO”, de Vicen­te Nirõ, ven­ce­dor do pré­mio Melhor Ensaio na XXII Edi­ção do festival.

As ses­sões rea­li­zar-se-ão na Bibli­o­te­ca Muni­ci­pal Gus­ta­vo Pin­to Lopes com entra­da gratuita.

Sai­ba mais na seguin­te liga­ção: Cami­nhos do Cine­ma Por­tu­guês em Tor­res Novas.