Centro de Estudos Cinematográficos

Três curtas-metragens portuguesas nas salas de cinema a 9 de julho

Dia de Fes­ta” de Sofia Bost, “Ruby”, de Mari­a­na Gai­vão e “Cães Que Ladram aos Pás­sa­ros”, de Leo­nor Teles vão ser exi­bi­das em salas a anun­ci­ar.

Cinema Portugus

Dia de Festa” de Sofia Bost, “Ruby”, de Mariana Gaivo e “Ces Que Ladram aos Pssaros”, de Leonor Teles vo ser exibidas em salas a anunciar.

Depois de terem sido apresentadas em festivais como Veneza, Roterdão e Cannes, as mais recentes curtas-metragens de Sofia Bost, Mariana Gaivão e Leonor Teles chegam às salas de cinema portuguesas no dia 9 de julho. “Dia de Festa”, “Ruby” e “Cães que Ladram aos Pássaros” revelam três visões no feminino sobre o futuro e a juventude.

“Dia de Fes­ta”, mar­ca a estreia de Sofia Bost na rea­li­za­ção. A cur­ta sobre a com­ple­xi­da­de das rela­ções entre mães e filhas fez par­te da com­pe­ti­ção ofi­ci­al da Sema­na da Crí­ti­ca do Fes­ti­val de Cine­ma de Can­nes 2019. Até à data, foi apre­sen­ta­do em mais de 18 fes­ti­vais inter­na­ci­o­nais, ten­do rece­bi­do os pré­mi­os de Melhor Atriz Secun­dá­ria (Tere­sa Madru­ga) no Cami­nhos do Cine­ma Por­tu­guês e o Prix du Jury Pro­fes­si­on­nel no Ren­con­tres de Films Fem­mes Médi­ter­ra­née.

O fil­me de Mari­a­na Gai­vão, “Ruby”, arre­ca­dou o Pré­mio para o Melhor Rea­li­za­dor Por­tu­guês no Cur­tas Vila do Con­de 2019 e os pré­mi­os de Melhor Cur­ta-Metra­gem e Melhor Car­taz no Cami­nhos do Cine­ma Por­tu­guês 2019. Além dis­so, foi exi­bi­do em nou­tros fes­ti­vais como o Inter­na­ci­o­nal Film Fes­ti­val Rot­ter­dam, ou o Fes­ti­val du Nou­ve­au Ciné­ma de Mon­tréal, Cana­dá. O fil­me retra­ta uma juven­tu­de em auto­des­co­ber­ta e acom­pa­nha a jovem Ruby nos dias antes de a sua melhor ami­ga, Mil­lie, regres­sar a Ingla­ter­ra.

“Cães Que Ladram aos Pás­sa­ros”, de Leo­nor Teles tam­bém che­ga ao públi­co por­tu­guês depois de um péri­plo por fes­ti­vais inter­na­ci­o­nais. Acom­pa­nha os dias de verão de Vicen­te e da sua famí­lia, obri­ga­dos a sair do cen­tro do Por­to por for­ça da espe­cu­la­ção imo­bi­liá­ria. Estre­ou na pas­sa­da edi­ção do Fes­ti­val Inter­na­ci­o­nal de Cine­ma de Vene­za, foi Nome­a­do para Melhor Cur­ta Metra­gem Euro­peia nos 32º Euro­pe­an Film Awards e rece­beu o Ter­ce­ro Pre­mio del Jura­do Inter­na­ci­o­nal do Mecal Pro – Fes­ti­val Inter­na­ci­o­nal Cor­to­me­tra­jes y Ani­ma­ción. Leo­nor Teles rece­beu em 2016 o Urso de Ouro na Ber­li­na­le pela cur­ta “Bala­da de um Batrá­quio” e rea­li­zou a lon­ga-metra­gem “Ter­ra Fran­ca”, que che­gou às salas por­tu­gue­sas em 2019.

A dis­tri­bui­ção é da res­pon­sa­bi­li­da­de da pro­du­to­ra Uma Pedra no Sapa­to, de Fili­pa Reis e João Mil­ler Guer­ra, que tam­bém pro­du­ziu “Dia de Fes­ta” e 2Cães Que Ladram aos Pás­sa­ros”. “Ruby” é uma pro­du­ção da Pri­mei­ra Ida­de.

Depois da estreia em sala, estes três fil­mes vão estar dis­po­ní­veis em video on demand e ser dis­po­ni­bi­li­za­dos em DVD.

por CINEMAX
publi­ca­do 11:43 — 02 junho ’20

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cinema Portugus

Fon­te.