Centro de Estudos Cinematográficos

Cineasta português João Viana apresenta retrospetiva em Paris

Pre­vis­ta para 1 de feve­rei­ro, em Mont­mar­tre e Marais, a retros­pe­ti­va, que inclui qua­tro cur­tas, duas lon­gas e uma ins­ta­la­ção iné­di­ta de sete pro­je­ções, está depen­den­te da evo­lu­ção da pan­de­mia e das auto­ri­za­ções do gover­no francês.

Cinema Portugus Curta-metragem

Prevista para 1 de fevereiro, em Montmartre e Marais, a retrospetiva, que inclui quatro curtas, duas longas e uma instalao indita de sete projees, est dependente da evoluo da pandemia e das autorizaes do governo francs.

O cineasta português João Viana apresenta em Paris, a 1 de fevereiro, a sua obra cinematográfica integral, numa retrospetiva comissariada pela Cité International des Arts, onde o realizador está atualmente em residência artística. A mostra terá lugar no Auditório e no Studio 5 da Cité des Arts e serão apresentadas por Jean-Michel Frodon, jornalista e crítico de cinema francês, Sabine Lancelin, diretora de Imagem na La Fémis (Escola Superior de Imagem e Som), e João Pinharanda, conselheiro cultural da Embaixada de Portugal em França.

Serão apre­sen­ta­das as cur­tas-metra­gens “A Pis­ci­na” (2004), “Alfa­ma” (2009), “Tabatô” (2013) e “Mad­ness” (2018), bem como as lon­gas-metra­gens “A Bata­lha de Tabatô” (2013) e “Our Mad­ness” (2018). Para­le­la­men­te, será apre­sen­ta­da uma ins­ta­la­ção iné­di­ta do autor deno­mi­na­da “Si Noir Si Bleu”, com­pos­ta por dois pia­nos e sete pro­je­ções simul­tâ­ne­as. A nova ins­ta­la­ção abor­da o tema da COVID-19 em Áfri­ca e teve o patro­cí­nio da La Fémis, da dele­ga­ção em Paris da Fun­da­ção Calous­te Gul­ben­ki­an e da Embai­xa­da de Por­tu­gal em França. 

A Cité Inter­na­ti­o­nal des Arts foi fun­da­da em Paris em 1965 e está loca­li­za­da em dois locais: Mont­mar­tre e Marais. Sele­ci­o­na por ano artis­tas de todo o mun­do em pro­gra­mas de resi­dên­cia de for­ma a enco­ra­jar o diá­lo­go cul­tu­ral e a per­mi­tir o encon­tro entre os artis­tas e o seu públi­co. No site da Cité des Arts pode ler-se: “João Via­na é um cine­as­ta luso-ango­la­no cujos fil­mes foram pre­mi­a­dos ou sele­ci­o­na­dos para os fes­ti­vais de Vene­za, Ber­lim ou Can­nes. João Via­na é conhe­ci­do por fazer uma cur­ta e uma lon­ga metra­gem que fun­ci­o­nam em unís­so­no. Foi sele­ci­o­na­do para La Cine­fon­da­ti­on de Can­nes (2015) e duas vezes para a pres­ti­gi­a­do pro­gra­ma de resi­dên­cia ale­mão DAAD (2013 e 2018). Em Paris pre­pa­ra os seus pró­xi­mos fil­mes: “Kwan­za Sul” e “Kwan­za Norte””. 

por CINEMAX actu­a­li­za­do às 14:29 — 11 janei­ro ’21
publi­ca­do 14:28 — 11 janei­ro ’21 

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cinema Portugus Curta-metragem

Fon­te.