Centro de Estudos Cinematográficos
AF Prog.Exibi‡ֶo Post Redes

Ação de Formação PROGRAMAÇÃO E EXIBIÇÃO DE CINEMA

A Ação de For­ma­ção PROGRAMAÇÃO E EXIBIÇÃO DE CINEMA tem como obje­ti­vo dotar cola­bo­ra­do­res e tra­ba­lha­do­res do setor cul­tu­ral dos conhe­ci­men­tos neces­sá­ri­os à ado­ção de boas prá­ti­cas de pro­gra­ma­ção e exi­bi­ção de cine­ma. Esta Ação de For­ma­ção visa apre­sen­tar pro­ces­sos, téc­ni­cas e prá­ti­cas liga­das a ques­tões rela­ci­o­na­das com licen­ci­a­men­tos, direi­tos de autor e mate­ri­ais de pro­je­ção. Uma aten­ção espe­ci­al é dada à exi­bi­ção de cine­ma de patri­mó­nio, bem como a dife­ren­tes mode­los de pro­gra­ma­ção e a uma efi­caz asses­so­ria de imprensa. 

publi­ci­da­de

A Ação de For­ma­ção PROGRAMAÇÃO E EXIBIÇÃO DE CINEMA tem como obje­ti­vo dotar cola­bo­ra­do­res e tra­ba­lha­do­res do setor cul­tu­ral dos conhe­ci­men­tos neces­sá­ri­os à ado­ção de boas prá­ti­cas de pro­gra­ma­ção e exi­bi­ção de cine­ma. Esta Ação de For­ma­ção visa apre­sen­tar pro­ces­sos, téc­ni­cas e prá­ti­cas liga­das a ques­tões rela­ci­o­na­das com licen­ci­a­men­tos, direi­tos de autor e mate­ri­ais de pro­je­ção. Uma aten­ção espe­ci­al é dada à exi­bi­ção de cine­ma de patri­mó­nio, bem como a dife­ren­tes mode­los de pro­gra­ma­ção e a uma efi­caz asses­so­ria de imprensa. 

Esta Ação de For­ma­ção irá ain­da focar-se em casos con­cre­tos, de âmbi­to regi­o­nal, naci­o­nal e inter­na­ci­o­nal, que cons­ti­tu­em uma com­po­nen­te sig­ni­fi­ca­ti­va do pro­gra­ma. Des­ta for­ma, a Ação de For­ma­ção per­mi­ti­rá refor­çar a rede de agen­tes cul­tu­rais liga­dos à pro­je­ção de fil­mes em Portugal.

A Ação de For­ma­ção é gra­tui­ta. As ins­cri­ções são limi­ta­das a 60 par­ti­ci­pan­tes, deven­do ser fei­tas atra­vés de for­mu­lá­rio, até dia 5 de mar­ço. A atri­bui­ção das vagas será fei­ta por ordem de ins­cri­ção. Dúvi­das rela­ci­o­na­das com o pre­en­chi­men­to do for­mu­lá­rio, pro­gra­ma ou fun­ci­o­na­men­to da ação de for­ma­ção devem ser reme­ti­das ao ICA atra­vés do e‑mail [email protected].

A for­ma­ção des­ti­na-se a cola­bo­ra­do­res e tra­ba­lha­do­res do setor cul­tu­ral que pre­ten­dam apro­fun­dar conhe­ci­men­tos no domí­nio da pro­gra­ma­ção e exi­bi­ção cinematográfica.

Pla­ni­fi­ca­ção

Screenshot 2021 02 24 at 14.59.24

As 2a e 4a fases decor­re­rão em pre­sen­ça, em dife­ren­tes regiões do país. Caso a situ­a­ção naci­o­nal assim o exi­ja, as ses­sões rea­li­zar-se-ão onli­ne, via Zoom.

publi­ci­da­de

PROGRAMA

1 – Como pla­ne­ar e exi­bir um pro­gra­ma de cine­ma: eta­pas, téc­ni­cas e prá­ti­cas
2 – Como pro­gra­mar fil­mes: estu­dos de caso
3 – Desen­vol­vi­men­to do pro­je­to indi­vi­du­al ou de gru­po
4 – Dis­cus­são e ava­li­a­ção dos pro­je­tos desen­vol­vi­dos
5 – Apre­sen­ta­ção e dis­cus­são de projetos

AVALIAÇÃO

Os for­man­dos apre­sen­ta­rão um pro­je­to de pro­gra­ma­ção cine­ma­to­grá­fi­ca (mos­tra, ciclo retros­pe­ti­va ou outro tipo de pro­gra­ma­ção, com um míni­mo de 5 ses­sões), que será ava­li­a­do no final.

CERTIFICAÇÃO

A cer­ti­fi­ca­ção da con­clu­são com apro­vei­ta­men­to da ação de for­ma­ção PROGRAMAÇÃO E EXIBIÇÃO DE CINEMA será emi­ti­da pelo Cen­tro de Estu­dos Com­pa­ra­tis­tas, uma uni­da­de cien­tí­fi­ca da Facul­da­de de Letras da Uni­ver­si­da­de de Lis­boa. A emis­são do cer­ti­fi­ca­do depen­de da par­ti­ci­pa­ção em pelo menos 80% das ses­sões e da sub­mis­são do pro­je­to para avaliação.

EQUIPA DE FORMADORES 

Coor­de­na­do­ra
Fili­pa Rosá­rio – Inves­ti­ga­do­ra e docen­te na Facul­da­de de Letras da Uni­ver­si­da­de de Lisboa.

Ava­li­a­dor exter­no
Pau­lo Cunha – Pro­fes­sor de Cine­ma na Uni­ver­si­da­de da Bei­ra Inte­ri­or, pro­gra­ma­dor do Cur­tas Vila do Con­de, pro­gra­ma­dor e pro­du­tor do Cine­clu­be de Guimarães.

For­ma­do­res con­vi­da­dos
Luís Fer­ro – Pro­gra­ma­dor do Cine­ma Fora-dos-Leões, Cine­clu­be da Uni­ver­si­da­de de Évo­ra. Car­los Rafa­el Lopes – Pro­gra­ma­dor do Cine­clu­be de Faro.
Rui Macha­do – Sub­di­re­tor da Cine­ma­te­ca Por­tu­gue­sa-Museu do Cine­ma.
Joa­na Canas Mar­ques – Pro­gra­ma­do­ra do Cine­clu­be do Por­to e novo Bata­lha – Cen­tro para o Cine­ma (Ágo­ra/CM-Por­to).
Vítor Ribei­ro – Dire­tor do Cine­clu­be de Joa­ne, do obser­va­tó­rio Clo­se-Up e pro­gra­ma­dor de cine­ma da Casa das Artes de Fama­li­cão.
Tia­go San­tos – Vice-dire­tor do Fes­ti­val Cami­nhos do Cine­ma Por­tu­guês.
Susa­na San­tos Rodri­gues – Pro­gra­ma­do­ra de cine­ma, dis­tri­bui­do­ra, agen­te de ven­das e con­sul­to­ra (Fes­ti­val Inter­na­ci­o­nal de Cine­ma de Roter­dão, Bil­draus­ch Film­Fest Basel e Mos­tra de Cine­ma de Expres­são Ale­mã, em Por­tu­gal).
Mafal­da Sebas­tião – Juris­ta, Loja Lis­boa Cul­tu­ra (CML).
Nuno Sena – Pro­gra­ma­dor na Cine­ma­te­ca Por­tu­gue­sa-Museu do Cine­ma e res­pon­sá­vel pela orga­ni­za­ção de ciclos e retros­pe­ti­vas na Cine­ma­te­ca Por­tu­gue­sa, no Indi­e­Lis­boa e no DocLis­boa des­de 1998.

publi­ci­da­de