Seis produções portuguesas em Locarno

publi­ci­da­de

O pro­gra­ma da 75.ª edi­ção do Fes­ti­val de Cine­ma de Locar­no inclui vári­as obras com assi­na­tu­ra por­tu­gue­sa. A lon­ga-metra­gem “Nação Valen­te?, de Car­los Con­cei­ção, sobre o colo­ni­a­lis­mo por­tu­guês, a inde­pen­dên­cia de Ango­la e as con­sequên­ci­as des­sa guer­ra nas pes­so­as que a vive­ram, foi sele­ci­o­na­da para a prin­ci­pal com­pe­ti­ção internacional.

Esta copro­du­ção da Ter­ra­tre­me com Fran­ça e Ango­la, país de nas­ci­men­to do rea­li­za­dor, tem no elen­co João Arrais, Ana­be­la Morei­ra, Gus­ta­vo Sump­ta, Miguel Amo­rim e Leo­nor Sil­vei­ra, entre outros.

Locar­no não é uma novi­da­de para Car­los Con­cei­ção, que já tinha vis­to um dos seus fil­mes, “Ver­sail­les?, ser apre­sen­ta­do nes­te fes­ti­val em 2013.

Fora de com­pe­ti­ção está “Onde fica esta rua? Ou sem antes nem depois?, de João Pedro Rodri­gues e João […] 

fon­te: Seis pro­du­ções por­tu­gue­sas em Locarno

publi­ci­da­de
publi­ci­da­de