Centro de Estudos Cinematográficos

Terra Franca na competição internacional do Cinéma do Réel

TERRA FRANCA, com pro­du­ção da Uma Pedra no Sapa­to, é a pri­mei­ra lon­ga-metra­gem da rea­li­za­do­ra por­tu­gue­sa Leo­nor Teles. A obra retra­ta a vida de Alber­ti­no Lobo, pes­ca­dor de uma anti­ga comu­ni­da­de pis­ca­tó­ria à bei­ra Tejo, atra­ves­san­do as qua­tro esta­ções que reno­vam o ciclo da natu­re­za e acom­pa­nham as con­tin­gên­ci­as da vida des­te pes­ca­dor.

Festival Europeu de Documentário Científico

Ao todo serão exi­bi­dos 41 fil­mes, que reve­lam des­de as mais recen­tes des­co­ber­tas no mun­do ani­mal e medi­ci­nal, pas­san­do pelas últi­mas mis­sões espa­ci­ais e até inves­ti­ga­ções ciber­né­ti­cas. Todas as sec­ções do fes­ti­val são com­pe­ti­ti­vas, divi­din­do-se em oito cate­go­ri­as: Ambi­en­te, Ano da Físi­ca, Docu­men­tá­rio, Inves­ti­ga­ção Médi­ca, Mulhe­res na Ciên­cia, Novos Media ? Não Inte­ra­ti­vo, Pro­gra­mas de TV Gene­ra­lis­tas, TV Dra­ma e Docu­dra­ma.

Bolsas seniores para contratação de atores

As bol­sas, que pre­ten­dem pro­mo­ver o enve­lhe­ci­men­to ati­vo de atri­zes e de ato­res e aumen­tar os ren­di­men­tos dos que têm menos recur­so, des­ti­nam-se a artis­tas com mais de 65 anos, que não aufe­rem ren­di­men­tos men­sais supe­ri­o­res a 1,5 salá­ri­os míni­mos e que não rece­be­ram outros ren­di­men­tos do cine­ma ou da tele­vi­são nos 12 meses ante­ri­o­res.

Segredos Partilhados na Berlinale

Além do rea­li­za­dor por­tu­guês, par­ti­ci­pam na mesa redon­da a rea­li­za­do­ra e atriz Móni­ca Lai­ra­na; o rea­li­za­dor e pro­gra­ma­dor Fili­pe Mat­zem­ba­cher; e o rea­li­za­dor e pro­du­tor bra­si­lei­ro Mar­cio Reo­lon.

Nes­ta con­ver­sa, mode­ra­da pelo jor­na­lis­ta e cura­dor Toby Ash­raf, os inter­ve­ni­en­tes irão deba­ter o tema do sexo e do dese­jo no cine­ma e das repre­sen­ta­ções de sexu­a­li­da­de, feti­che e ero­tis­mo ? explí­ci­tos ou como metá­fo­ras — pre­sen­tes nos seus­fil­mes, nome­a­da­men­te O ORNITÒLOGO, de João Pedro Rodri­gues.

Cinema Português em Locarno

A ini­ci­a­ti­va, uma par­ce­ria em con­jun­to com o ICA, tem por obje­ti­vo poten­ci­ar o iní­cio da car­rei­ra inter­na­ci­o­nal dos tra­ba­lhos sele­ci­o­na­dos, bem como aju­dar à sua fina­li­za­ção. A exi­bi­ção dos pro­je­tos é pre­ce­di­da de uma bre­ve apre­sen­ta­ção fei­ta pelos pro­du­to­res a uma audi­ên­cia qua­li­fi­ca­da, com­pos­ta por pro­fis­si­o­nais do setor cine­ma­to­grá­fi­co, nome­a­da­men­te pro­gra­ma­do­res, exi­bi­do­res, dis­tri­bui­do­res e pro­du­to­res.

CINEMA | AUDIOVISUAL DE PORTUGAL 2018

No catá­lo­go, são apre­sen­ta­das per­to de 80 obras – fic­ção, docu­men­tá­rio e ani­ma­ção — cine­ma­to­grá­fi­cas e audi­o­vi­su­ais por­tu­gue­sas apoi­a­das pelo ICA. O cader­no de dados esta­tís­ti­cos apre­sen­ta os resul­ta­dos pro­vi­só­ri­os de 2017 do mer­ca­do cine­ma­to­grá­fi­co naci­o­nal, nome­a­da­men­te fil­mes, recei­tas e espec­ta­do­res e tam­bém dados de dis­tri­bui­ção e exi­bi­ção cine­ma­to­grá­fi­ca.