Arquivo de etiquetas: concurso

Brevemente

A 4ª edi­ção do Bre­ve­men­te — Con­cur­so Uni­ver­si­tá­rio Inter­na­ci­o­nal de Design e Mul­ti­mé­dia rea­li­za-se por oca­sião da XVI Sema­na Cul­tu­ral da Uni­ver­si­da­de de Coim­bra. Este con­cur­so é des­ti­na­do a todos os estu­dan­tes de expres­são Por­tu­gue­sa e tem como objec­ti­vo pre­mi­ar a cri­a­ti­vi­da­de em Por­tu­guês.

Nas últi­mas 3 edi­ções, con­se­gui­mos pro­mo­ver tra­ba­lhos oriun­dos de vári­as par­tes do mun­do Lusó­fo­no, que de outra for­ma teri­am ape­nas espa­ço den­tro das por­tas das Uni­ver­si­da­des e dos Ins­ti­tu­tos Poli­téc­ni­cos.

Nes­ta nova edi­ção, pro­po­mo-nos a supe­rar o suces­so das últi­mas edi­ções onde obti­ve­mos, em média, mais de 65 tra­ba­lhos em ins­cri­tos por edi­ção e uma taxa de rejei­ção aci­ma dos 70%, refle­xo de um acrés­ci­mo na qua­li­da­de e no núme­ro de par­ti­ci­pa­ções. Espe­ra­mos que as alte­ra­ções na orgâ­ni­ca des­te con­cur­so, pos­sam alar­gar ain­da mais a diver­si­da­de, geo­grá­fi­ca e con­cep­tu­al, dos tra­ba­lhos ins­cri­tos.

Acre­di­ta­mos que a qua­li­da­de do Júri des­ta quar­ta edi­ção irá cer­ta­men­te atrair um mai­or núme­ro de par­ti­ci­pa­ções. Esta­mos a falar de Ali­ce Gei­ri­nhasCla­ra Almei­da San­tosLizá Rama­lhoLuís Morei­ra e José Bár­to­lo. Em comum, todos são reco­nhe­ci­dos espe­ci­a­lis­tas na área do design ou da comu­ni­ca­ção.

Ao par­ti­ci­par na 4ª edi­ção des­te con­cur­so ganhas ime­di­a­ta­men­te um vou­cher de 50€ em for­ma­ções FLAG. Cada ven­ce­dor das cin­co cate­go­ri­as em com­pe­ti­ção rece­be­rá como pré­mio a ofer­ta da pri­mei­ra anui­da­de como asso­ci­a­dos da Asso­ci­a­ção Naci­o­nal de Desig­ners. Ao ven­ce­dor do Pré­mio da “XVI Sema­na Cul­tu­ral da Uni­ver­si­da­de de Coim­bra” é atri­buí­do um vou­cher de 500€ em for­ma­ções na FLAG.

Par­ti­ci­pa! Dá uma nova vida aos teus tra­ba­lhos aca­dé­mi­cos! O pra­zo aca­ba a 8 de Abril.

Concurso Nacional de Curtas-metragens



O “Cur­tas Sadi­nas” regres­sa em 2013 no for­ma­to de con­cur­so naci­o­nal de cur­tas-metra­gens, depois de um inter­reg­no em 2012, ano em que se rea­li­za­ram ape­nas ini­ci­a­ti­vas de pro­mo­ção do gos­to pela cine­ma­to­gra­fia.

As ins­cri­ções decor­rem até 28 de feve­rei­ro e a exi­bi­ção das obras pre­mi­a­das rea­li­za-se entre os dias 9 e 12 de maio no Cine­ma Char­lot — Audi­tó­rio Muni­ci­pal. O regu­la­men­to e ficha de ins­cri­ção encon­tra-se dis­po­ní­vel na área “Docu­men­tos” des­ta pági­na.

Com o regres­so ao for­ma­to ini­ci­al do even­to, é reto­ma­da a voca­ção espe­cí­fi­ca de agen­te pro­mo­tor e divul­ga­dor da cri­a­ção e pro­du­ção artís­ti­ca audi­o­vi­su­al na região, dan­do aos cri­a­do­res naci­o­nais uma opor­tu­ni­da­de de exi­bi­rem os seus tra­ba­lhos e pre­mi­an­do a qua­li­da­de dos mes­mos.

Esta opção jus­ti­fi­ca-se pela for­te con­vic­ção da Autar­quia de que, pese embo­ra o con­tex­to naci­o­nal adver­so a apoi­os esta­tais à cri­a­ção artís­ti­ca, há atu­al­men­te em Por­tu­gal um evi­den­te acrés­ci­mo qua­li­ta­ti­vo e quan­ti­ta­ti­vo de auto­res e de obras na área do audi­o­vi­su­al, em geral, e do cine­ma de cur­ta-metra­gem, em par­ti­cu­lar, que mere­cem um esfor­ço acres­ci­do por par­te das enti­da­des públi­cas no apoio que pos­sam pres­tar ao nível do incre­men­to e da divul­ga­ção.

Veri­fi­ca-se, por outro lado, que exis­tem no País audi­ên­ci­as cada vez mais infor­ma­das e inte­res­sa­das nes­te tipo espe­cí­fi­co de mani­fes­ta­ção artís­ti­ca e cul­tu­ral, caben­do tam­bém às autar­qui­as apoi­ar, atra­vés dos equi­pa­men­tos e mei­os de que dis­põem, uma ofer­ta cul­tu­ral de qua­li­da­de des­cen­tra­li­za­da, faci­li­tan­do o aces­so a um públi­co que é cada vez mais vas­to e que habi­ta fora das duas gran­des áre­as metro­po­li­ta­nas.

Adi­ci­o­nal­men­te à par­te com­pe­ti­ti­va, o con­cur­so pro­mo­ve uma série de ati­vi­da­des para­le­las, ao lon­go do ano, à seme­lhan­ça do que tem sido efe­tu­a­do, nome­a­da­men­te:

Con­ver­sas com Rea­li­za­do­res” — Ses­sões de con­ver­sas com jovens rea­li­za­do­res locais, nas quais se dis­cu­tem com os pró­pri­os cri­a­do­res os pro­ces­sos de ela­bo­ra­ção das suas obras, que serão, entre­tan­to, exi­bi­das
“As Cur­tas Vão à Esco­la” — Exi­bi­ção de sele­ções de cur­tas-metra­gens pro­ve­ni­en­tes dos espó­li­os dis­po­ní­veis dos con­cur­sos ante­ri­o­res e do Fes­troia – Fes­ti­val Inter­na­ci­o­nal de Cine­ma de Setú­bal, voca­ci­o­na­das para as audi­ên­ci­as mais jovens e rea­li­za­das nos jar­dins de infân­cia e nas esco­las bási­cas e secun­dá­ri­as do con­ce­lho
Ses­sões “Pais e Filhos” — Exi­bi­ção de cur­tas-metra­gens ori­en­ta­das para as audi­ên­ci­as mais jovens e pro­ve­ni­en­tes dos espó­li­os dis­po­ní­veis dos con­cur­sos ante­ri­o­res e do Fes­troia – Fes­ti­val Inter­na­ci­o­nal de Cine­ma de Setú­bal. Rea­li­zam-se nos vári­os equi­pa­men­tos muni­ci­pais exis­ten­tes
Em 2013, o con­cur­so Cur­tas Sadi­nas, pro­mo­vi­do pela Câma­ra Muni­ci­pal de Setú­bal, tem como par­cei­ros a Esco­la Supe­ri­or de Edu­ca­ção do Ins­ti­tu­to Poli­téc­ni­co de Setú­bal, a Asso­ci­a­ção Fes­troia, a Soci­e­da­de Musi­cal Capri­cho Setu­ba­len­se, a Casa da Ave­ni­da, o Pas­so do Oli­val e o Setú­bal na Rede.

São igual­men­te par­cei­ros do pro­je­to os fes­ti­vais “Mons­tra”, res­pon­sá­vel pela exi­bi­ção de uma sele­ção espe­ci­al para esco­las no decur­so do “Cur­tas Sadi­nas”, e “Short­cutz Lis­boa”, atra­vés do qual serão desen­vol­vi­das vári­as ini­ci­a­ti­vas em Setú­bal ao lon­go do ano.

Retros­pe­ti­va
Pal­ma­rés
Víde­os

Concurso Europeu de Arte Digital

Valo­ri­zar o patri­mó­nio atra­vés das tec­no­lo­gi­as digi­tais, pro­mo­ver jovens artis­tas no domí­nio da arte digi­tal, favo­re­cer a coo­pe­ra­ção entre artis­tas euro­peus, são alguns dos objec­ti­vos no Con­cur­so Euro­peu de Arte Digi­tal lan­ça­do pela Fun­da­ção da Juven­tu­de, no âmbi­to do pro­je­to euro­peu de coo­pe­ra­ção inter­re­gi­o­nal da Área Atlân­ti­ca — Ima­gi­na Atlan­ti­ca.

Este con­cur­so, aber­to às esco­las, estu­dan­tes, artis­tas e jovens pro­fis­si­o­nais, visa cri­ar uma obra de arte capaz de se inte­grar no espa­ço urba­no. As obras de arte digi­tal ins­ta­la­das no espa­ço urba­no pode­rão incluir som, ima­gem, ima­gem ani­ma­da e os novos média. Apre­sen­ta­das em Angou­lê­me, em dezem­bro de 2012, por oca­sião da con­fe­rên­cia inter­mé­dia do Ima­gi­na Atlân­ti­ca, elas serão, em segui­da, expos­tas nas cida­des da par­ce­ria Ima­gi­na Atlân­ti­ca. A oca­sião para os ven­ce­do­res apre­sen­ta­rem as res­pe­ti­vas obras tan­to no Por­to, Ban­gor, Ouren­se como em San­ti­a­go de Com­pos­te­la.

Este Con­cur­so de Arte Digi­tal tem igual­men­te como par­ti­cu­la­ri­da­de o fac­to de cri­ar a opor­tu­ni­da­de de estu­dan­tes e artis­tas de dife­ren­tes paí­ses da União Euro­peia tra­ba­lha­rem em con­jun­to.

Assi­na­la-se a obri­ga­ção de se cons­ti­tuí­rem em equi­pas trans­na­ci­o­nais das quais um dos mem­bros deve estar sede­a­do num dos ter­ri­tó­ri­os par­cei­ros Ima­gi­na Atlân­ti­ca : Fran­ça, Rei­no Uni­do, Por­tu­gal e Espa­nha.

De notar que o núme­ro de par­ti­ci­pan­tes de uma mes­ma equi­pa é ili­mi­ta­do e que a par­ti­ci­pa­ção no con­cur­so é gra­tui­ta.
Os cri­té­ri­os de sele­ção des­te con­cur­so são:
— A ori­gi­na­li­da­de da abor­da­gem da obra;
— A adap­ta­bi­li­da­de da obra ao espa­ço públi­co;
— A sua con­tem­po­ra­nei­da­de;
— A qua­li­da­de téc­ni­ca e desen­vol­vi­men­to da rea­li­za­ção;
— A pre­ci­são do olhar : coe­rên­cia do con­teú­do e da for­ma, da inten­ção e da rea­li­za­ção;
— O resul­ta­do da valo­ri­za­ção do patri­mó­nio.….

Pro­fis­si­o­nais reco­nhe­ci­dos pro­ve­ni­en­tes das áre­as do som, da ima­gem, da ima­gem ani­ma­da e dos novos média, de pre­fe­rên­cia ori­gi­ná­ri­os dos paí­ses da par­ce­ria do pro­je­to Ima­gi­na Atlan­ti­ca, cons­ti­tui­rão o júri que selec­ci­o­na­rá 6 a 8 equi­pas pre­mi­a­das, às quais serão atri­buí­dos pré­mi­os entre os 2000€ e 3500 €.

Calen­dá­rio do Con­cur­so
17 de Setem­bro de 2012 : Data limi­te de entre­ga dos dos­si­ers de can­di­da­tu­ra.
Setem­bro de 2012 : sele­ção pelo júri de 6 a 8 ante-pro­je­tos a exe­cu­tar
Outu­bro / dezem­bro de 2012 : rea­li­za­ção das obras
De 13 a 15 de dezem­bro de 2012 : expo­si­ção em Angou­lê­me das obras rea­li­za­das

Regu­la­men­to dis­po­ní­vel em www.fjuventude.pt.
Para mais infor­ma­ções con­tac­te Pau­la Car­do­so (pcardoso@fjuventude.pt ou 22 202 23 80)
Sai­ba mais sobre o Pro­jec­to IMAGINA ATLANTICA em www.fjuventude.pt.

Concurso Take Manoel de Oliveira

O Cen­tro de Estu­dos Cine­ma­to­grá­fi­cos asso­cia-se ao Con­cur­so “Take Mano­el de Oli­vei­ra” orga­ni­za­do pela Asso­ci­a­ção de Pro­fes­so­res de Expres­são e Comu­ni­ca­ção Visu­al (APECV). Este con­cur­so visa “expan­dir os con­cei­tos asso­ci­a­dos à expres­são plás­ti­ca, sen­si­bi­li­zan­do, por um lado, os pro­fes­so­res a res­pei­to da inclu­são do cine­ma nas suas estra­té­gi­as de explo­ra­ção dos con­teú­dos pro­gra­má­ti­cos e, por outro, os alu­nos para a obra des­te cines­ta.”

O Ins­ti­tu­to do Cine­ma e do Audi­o­vi­su­al (ICA) dis­po­ni­bi­li­zou os fimes “O Estra­nho Caso de Angé­li­ca”, “Um Fil­me Fala­do”, “Sin­gu­la­ri­da­des de Uma Rapa­ri­ga Loi­ra” e “Cris­tó­vão Colom­bo, O Enig­ma” do rea­li­za­dor Mano­el de Oli­vei­ra. Os fil­mes já se encon­tram no Cen­tro de Estu­dos Cine­ma­to­grá­fi­cos.

Os pro­fes­so­res par­ti­ci­pan­tes no X Con­cur­so de Expres­são Plás­ti­ca “Take Mano­el de Oli­vei­ra” podem requi­si­tar os fil­mes. Devem pre­en­cher a ficha de requi­si­ção (dis­po­ní­vel no regu­la­men­to) dos fil­mes. Cada esco­la pode­rá ficar com os fil­mes duran­te cin­co dias úteis.

Os pro­fes­so­res par­ti­ci­pan­tes pode­rão entrar em con­tac­to via email (cec@academica.pt), tele­fo­ne (239 410 408) ou des­lo­car-se ao CEC/AAC duran­te todos os dias úteis das 18 às 20.

Regu­la­men­to: APECV — Regu­la­men­to Con­cur­so Take Mano­el de Oli­vei­ra