Arquivo de etiquetas: concurso

Brevemente

A 4ª edição do Brevemente — Concurso Universitário Internacional de Design e Multimédia realiza-se por ocasião da XVI Semana Cultural da Universidade de Coimbra. Este concurso é destinado a todos os estudantes de expressão Portuguesa e tem como objectivo premiar a criatividade em Português.

Nas últimas 3 edições, conseguimos promover trabalhos oriundos de várias partes do mundo Lusófono, que de outra forma teriam apenas espaço dentro das portas das Universidades e dos Institutos Politécnicos.

Nesta nova edição, propomo-nos a superar o sucesso das últimas edições onde obtivemos, em média, mais de 65 trabalhos em inscritos por edição e uma taxa de rejeição acima dos 70%, reflexo de um acréscimo na qualidade e no número de participações. Esperamos que as alterações na orgânica deste concurso, possam alargar ainda mais a diversidade, geográfica e conceptual, dos trabalhos inscritos.

Acreditamos que a qualidade do Júri desta quarta edição irá certamente atrair um maior número de participações. Estamos a falar de Alice GeirinhasClara Almeida SantosLizá RamalhoLuís Moreira e José Bártolo. Em comum, todos são reconhecidos especialistas na área do design ou da comunicação.

Ao participar na 4ª edição deste concurso ganhas imediatamente um voucher de 50€ em formações FLAG. Cada vencedor das cinco categorias em competição receberá como prémio a oferta da primeira anuidade como associados da Associação Nacional de Designers. Ao vencedor do Prémio da “XVI Semana Cultural da Universidade de Coimbra” é atribuído um voucher de 500€ em formações na FLAG.

Participa! Dá uma nova vida aos teus trabalhos académicos! O prazo acaba a 8 de Abril.

Concurso Nacional de Curtas-metragens



O “Curtas Sadinas” regressa em 2013 no formato de concurso nacional de curtas-metragens, depois de um interregno em 2012, ano em que se realizaram apenas iniciativas de promoção do gosto pela cinematografia.

As inscrições decorrem até 28 de fevereiro e a exibição das obras premiadas realiza-se entre os dias 9 e 12 de maio no Cinema Charlot – Auditório Municipal. O regulamento e ficha de inscrição encontra-se disponível na área “Documentos” desta página.

Com o regresso ao formato inicial do evento, é retomada a vocação específica de agente promotor e divulgador da criação e produção artística audiovisual na região, dando aos criadores nacionais uma oportunidade de exibirem os seus trabalhos e premiando a qualidade dos mesmos.

Esta opção justifica-se pela forte convicção da Autarquia de que, pese embora o contexto nacional adverso a apoios estatais à criação artística, há atualmente em Portugal um evidente acréscimo qualitativo e quantitativo de autores e de obras na área do audiovisual, em geral, e do cinema de curta-metragem, em particular, que merecem um esforço acrescido por parte das entidades públicas no apoio que possam prestar ao nível do incremento e da divulgação.

Verifica-se, por outro lado, que existem no País audiências cada vez mais informadas e interessadas neste tipo específico de manifestação artística e cultural, cabendo também às autarquias apoiar, através dos equipamentos e meios de que dispõem, uma oferta cultural de qualidade descentralizada, facilitando o acesso a um público que é cada vez mais vasto e que habita fora das duas grandes áreas metropolitanas.

Adicionalmente à parte competitiva, o concurso promove uma série de atividades paralelas, ao longo do ano, à semelhança do que tem sido efetuado, nomeadamente:

“Conversas com Realizadores” – Sessões de conversas com jovens realizadores locais, nas quais se discutem com os próprios criadores os processos de elaboração das suas obras, que serão, entretanto, exibidas
“As Curtas Vão à Escola” – Exibição de seleções de curtas-metragens provenientes dos espólios disponíveis dos concursos anteriores e do Festroia – Festival Internacional de Cinema de Setúbal, vocacionadas para as audiências mais jovens e realizadas nos jardins de infância e nas escolas básicas e secundárias do concelho
Sessões “Pais e Filhos” – Exibição de curtas-metragens orientadas para as audiências mais jovens e provenientes dos espólios disponíveis dos concursos anteriores e do Festroia – Festival Internacional de Cinema de Setúbal. Realizam-se nos vários equipamentos municipais existentes
Em 2013, o concurso Curtas Sadinas, promovido pela Câmara Municipal de Setúbal, tem como parceiros a Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal, a Associação Festroia, a Sociedade Musical Capricho Setubalense, a Casa da Avenida, o Passo do Olival e o Setúbal na Rede.

São igualmente parceiros do projeto os festivais “Monstra”, responsável pela exibição de uma seleção especial para escolas no decurso do “Curtas Sadinas”, e “Shortcutz Lisboa”, através do qual serão desenvolvidas várias iniciativas em Setúbal ao longo do ano.

Retrospetiva
Palmarés
Vídeos

Concurso Europeu de Arte Digital

Valorizar o património através das tecnologias digitais, promover jovens artistas no domínio da arte digital, favorecer a cooperação entre artistas europeus, são alguns dos objectivos no Concurso Europeu de Arte Digital lançado pela Fundação da Juventude, no âmbito do projeto europeu de cooperação interregional da Área Atlântica – Imagina Atlantica.

Este concurso, aberto às escolas, estudantes, artistas e jovens profissionais, visa criar uma obra de arte capaz de se integrar no espaço urbano. As obras de arte digital instaladas no espaço urbano poderão incluir som, imagem, imagem animada e os novos média. Apresentadas em Angoulême, em dezembro de 2012, por ocasião da conferência intermédia do Imagina Atlântica, elas serão, em seguida, expostas nas cidades da parceria Imagina Atlântica. A ocasião para os vencedores apresentarem as respetivas obras tanto no Porto, Bangor, Ourense como em Santiago de Compostela.

Este Concurso de Arte Digital tem igualmente como particularidade o facto de criar a oportunidade de estudantes e artistas de diferentes países da União Europeia trabalharem em conjunto.

Assinala-se a obrigação de se constituírem em equipas transnacionais das quais um dos membros deve estar sedeado num dos territórios parceiros Imagina Atlântica : França, Reino Unido, Portugal e Espanha.

De notar que o número de participantes de uma mesma equipa é ilimitado e que a participação no concurso é gratuita.
Os critérios de seleção deste concurso são:
– A originalidade da abordagem da obra;
– A adaptabilidade da obra ao espaço público;
– A sua contemporaneidade;
– A qualidade técnica e desenvolvimento da realização;
– A precisão do olhar : coerência do conteúdo e da forma, da intenção e da realização;
– O resultado da valorização do património…..

Profissionais reconhecidos provenientes das áreas do som, da imagem, da imagem animada e dos novos média, de preferência originários dos países da parceria do projeto Imagina Atlantica, constituirão o júri que seleccionará 6 a 8 equipas premiadas, às quais serão atribuídos prémios entre os 2000€ e 3500 €.

Calendário do Concurso
17 de Setembro de 2012 : Data limite de entrega dos dossiers de candidatura.
Setembro de 2012 : seleção pelo júri de 6 a 8 ante-projetos a executar
Outubro / dezembro de 2012 : realização das obras
De 13 a 15 de dezembro de 2012 : exposição em Angoulême das obras realizadas

Regulamento disponível em www.fjuventude.pt.
Para mais informações contacte Paula Cardoso (pcardoso@fjuventude.pt ou 22 202 23 80)
Saiba mais sobre o Projecto IMAGINA ATLANTICA em www.fjuventude.pt.

Concurso Take Manoel de Oliveira

O Centro de Estudos Cinematográficos associa-se ao Concurso “Take Manoel de Oliveira” organizado pela Associação de Professores de Expressão e Comunicação Visual (APECV). Este concurso visa “expandir os conceitos associados à expressão plástica, sensibilizando, por um lado, os professores a respeito da inclusão do cinema nas suas estratégias de exploração dos conteúdos programáticos e, por outro, os alunos para a obra deste cinesta.”

O Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA) disponibilizou os fimes “O Estranho Caso de Angélica”, “Um Filme Falado”, “Singularidades de Uma Rapariga Loira” e “Cristóvão Colombo, O Enigma” do realizador Manoel de Oliveira. Os filmes já se encontram no Centro de Estudos Cinematográficos.

Os professores participantes no X Concurso de Expressão Plástica “Take Manoel de Oliveira” podem requisitar os filmes. Devem preencher a ficha de requisição (disponível no regulamento) dos filmes. Cada escola poderá ficar com os filmes durante cinco dias úteis.

Os professores participantes poderão entrar em contacto via email (cec@academica.pt), telefone (239 410 408) ou deslocar-se ao CEC/AAC durante todos os dias úteis das 18 às 20.

Regulamento: APECV – Regulamento Concurso Take Manoel de Oliveira