Centro de Estudos Cinematográficos

Vencedores Cinanima 2018

O Júri, cons­ti­tuí­do por Pedro Ser­ra­zi­na, Riho Unt e Vera Neu­bau­er, entre­gou o Gran­de Pré­mio da Com­pe­ti­ção Inter­na­ci­o­nal, CINANIMA 2018 — Cida­de de Espi­nho, à cur­ta-metra­gem ale­mã OBON, docu­men­tá­rio ani­ma­do de Andre Hör­mann e Anna Berg­man, que con­ta a his­tó­ria de Aki­ko Taka­ku­ra, uma das sobre­vi­ven­tes da bom­ba ató­mi­ca lan­ça­da em Hiroshi­ma.


O Júri, cons­ti­tuí­do por Pedro Ser­ra­zi­na, Riho Unt e Vera Neu­bau­er, entre­gou o Gran­de Pré­mio da Com­pe­ti­ção Inter­na­ci­o­nal, CINANIMA 2018 — Cida­de de Espi­nho, à cur­ta-metra­gem ale­mã OBON, docu­men­tá­rio ani­ma­do de Andre Hör­mann e Anna Berg­man, que con­ta a his­tó­ria de Aki­ko Taka­ku­ra, uma das sobre­vi­ven­tes da bom­ba ató­mi­ca lan­ça­da em Hiroshi­ma.
Na Com­pe­ti­ção Por­tu­gue­sa, AGOURO, de David Dou­tel e Vas­co Sá, e 4 ESTADOS DA MATÉRIA, de Miguel Pires de Matos, foram os ven­ce­do­res do Pré­mio Antó­nio Gaio. O fil­me de David Dou­tel e Vas­co Sá foi ain­da dis­tin­gui­do com uma men­ção Hon­ro­sa na Com­pe­ti­ção Inter­na­ci­o­nal.

Os Pré­mi­os Jovem Cine­as­ta foram tam­bém entre­gues a fil­mes naci­o­nais: HARMOS, do Cole­ti­vo de cri­an­ças e jovens de Abran­tes sob ori­en­ta­ção de Íca­ro Pin­tor e Tânia Duar­te, ven­ceu na cate­go­ria meno­res de 18 anos e O VIAJANTE, de João Gon­za­lez, foi dis­tin­gui­do na cate­go­ria de mai­o­res de 18 anos. Nes­ta cate­go­ria hou­ve ain­da lugar a duas men­ções hon­ro­sas, uma para ASSOMBRIAÇÃO, dos Alu­nos do 7º Ano do Agru­pa­men­to de Esco­las Lou­sa­da Este — Caí­de de Rei, e outra para NUNO E A SEREIA, das Cri­an­ças das Ofi­ci­nas da ANILUPA da Asso­ci­a­ção de Ludo­te­cas do Por­to, alu­nos da tur­ma 4A da EB do Viso.

Conhe­ça a lis­ta com­ple­ta de ven­ce­do­res no sítio do Cina­ni­ma, que decor­reu entre 12 e 18 de novem­bro, em Espi­nho.

Fon­te.