Voluntariado – Os Caminhos precisam de Ti!


Anu­al­men­te rea­li­za-se em Coim­bra, o úni­co fes­ti­val de cine­ma cujo prin­ci­pal foco de inte­res­se é a arte cine­ma­to­grá­fi­ca naci­o­nal. A sua pri­mei­ra edi­ção foi em 1988 e no pró­xi­mo mês de Novem­bro rea­li­zar-se‑á a sua 25.ª edi­ção.

O fes­ti­val Cami­nhos do Cine­ma Por­tu­guês é orga­ni­za­do por uma equi­pa inte­gral­men­te volun­tá­ria e co-pro­mo­vi­do pelo Cen­tro de Estu­dos Cine­ma­to­grá­fi­cos da Asso­ci­a­ção Aca­dé­mi­ca de Coim­bra e pela Asso­ci­a­ção de Artes Cine­ma­to­grá­fi­cas de Coim­bra. 

Ao par­ti­ci­par na rea­li­za­ção des­te even­to terás a opor­tu­ni­da­de de conhe­cer “na pri­mei­ra pes­soa” os prin­ci­pais inter­ve­ni­en­tes do Cine­ma Por­tu­guês des­de rea­li­za­do­res, pro­du­to­res, acto­res ou pro­fis­si­o­nais de áre­as téc­ni­cas com a cine­ma­to­gra­fia, som ou dire­ção de arte. Ins­cre­ve-te aqui.

É um fes­ti­val aber­to a toda a diver­si­da­de de géne­ros, metra­gens e temas que os cine­as­tas Por­tu­gue­ses pro­du­zem, seja na Uni­ver­si­da­de, em for­ma­ção ou pro­fis­si­o­nal­men­te. Adi­ci­o­nal­men­te é um dos prin­ci­pais even­tos cul­tu­rais da região cen­tro que simul­ta­ne­a­men­te tem for­ma­do novos inter­ve­ni­en­tes na área cine­ma­to­grá­fi­ca, tan­to pelas 9 edi­ções do cur­so de cine­ma ‘cine­ma­lo­gia’, como pela expe­ri­ên­cia que é orga­ni­zar um fes­ti­val de cine­ma. 

A XXVª edi­ção decor­re­rá entre 22 a 30 de Novem­bro, estan­do já a acei­tar cola­bo­ra­do­res para a pré-pro­du­ção do even­to nas diver­sas áre­as que se arti­cu­lam no even­to. A orga­ni­za­ção do fes­ti­val é rea­li­za­da pela Dire­ção do Even­to, que de for­ma reti­cu­lar e inter­dis­ci­pli­nar, é coad­ju­va­da pelos coor­de­na­do­res de áre­as de actu­a­ção e os seus cola­bo­ra­do­res. O fes­ti­val encar­re­gar-se‑á da ali­men­ta­ção e segu­ro de aci­den­tes pes­so­ais a todos os coor­de­na­do­res e cola­bo­ra­do­res mais ati­vos Se tiver inte­res­se em coor­de­nar algu­ma das áre­as espe­cí­fi­cas de pro­du­ção do fes­ti­val, por favor mani­fes­te esse inte­res­se até 15 de Setem­bro. Para aju­dar em qual­quer área por favor demons­tre a sua dis­po­ni­bi­li­da­de até ao fim de Outu­bro.

Esta­mos aber­tos a todas as ques­tões e suges­tões, sen­do que a ins­cri­ção de volun­ta­ri­a­do deve ser rea­li­za­da em caminhos.info/voluntariado. 

O nos­so desa­fio é a pro­mo­ção cul­tu­ral e a valo­ri­za­ção do Cine­ma Naci­o­nal. Jun­ta-te a nós!

  • Expe­ri­men­tei os Cami­nhos do Cine­ma Por­tu­guês em 2007, des­co­brin­do um (outro) cine­ma naci­o­nal que não che­ga­va à tele­vi­são e ao vídeo. Come­cei por aju­dar na com­po­nen­te mul­ti­mé­dia do even­to, para mais de uma déca­da depois ter cola­bo­ra­do em qua­se todas as face­tas do fes­ti­val, inclu­si­va­men­te aju­dan­do na cri­a­ção de novos sub-pro­jec­tos que hoje são mar­cos. Os Cami­nhos são um espa­ço de cres­ci­men­to pes­so­al e colec­ti­vo em que se cri­am laços for­tes e se apren­de a olhar e trans­for­mar o mun­do.

    Tia­go San­tos

  • O [fes­ti­val] Cami­nhos deu-me a opor­tu­ni­da­de de viver o Cine­ma Por­tu­guês de uma for­ma ímpar e de poder conhe­cer e con­vi­ver com ato­res, rea­li­za­do­res e pro­du­to­res naci­o­nais que sem­pre admi­rei. Com o volun­ta­ri­a­do tive a opor­tu­ni­da­de de coor­de­nar uma equi­pa e de par­ti­lhar a minha apren­di­za­gem com uma orga­ni­za­ção sem­pre dis­pos­ta a ouvir e a tra­ba­lhar em con­jun­to para pro­por­ci­o­nar uma melhor expe­ri­ên­cia para todos os envol­vi­dos. Reco­men­do este volun­ta­ri­a­do para todos os apai­xo­na­dos pela cul­tu­ra e, em espe­ci­al pelo cine­ma, e para todos os que que­rem sair da sua zona de con­for­to e tra­ba­lhar num even­to desa­fi­an­te e apai­xo­nan­te.

    Sara Inês Gra­ça

  • O fes­ti­val Cami­nhos do Cine­ma Por­tu­guês refres­cou a minha ideia acer­ca dos even­tos cul­tu­rais que ocor­rem em Coim­bra. Ser volun­tá­ria nos Cami­nhos per­mi­tiu-me explo­rar diver­sas acti­vi­da­des , des­de a escri­ta de arti­gos, pro­du­ção de video e  até à apre­sen­ta­ção de galas, con­tac­tar com men­tes cri­a­ti­vas , mas ‚aci­ma de tudo, levou-me valo­ri­zar ain­da mais o papel des­tes even­tos na vida cul­tu­ral de uma cida­de e a influên­cia posi­ti­va que podem ter na comu­ni­da­de!

    Caro­li­na San­tos

Sai­ba mais na seguin­te liga­ção: Volun­ta­ri­a­do – Os Cami­nhos pre­ci­sam de Ti!.