Exposições

Umas bodas de pra­ta não são cele­bra­das todos os dias, nes­se sen­ti­do pro­cu­rá­mos home­na­ge­ar o cine­ma para além dos seus espa­ços de exibição.a. Em três expo­si­ções, pro­du­zi­das em con­jun­to com a Gale­ria V, home­na­ge­a­mos o cine­ma de hoje, com a expo­si­ção dos pos­ters can­di­da­tos a melhor car­taz, o cine­ma de Isa­bel Ruth, na sala Bran­ca do TAGV, e o Cine­ma vis­to por um gru­po de 25 ilus­tra­do­res. 

O even­to vol­ta ao sítio onde come­çou, a Facul­da­de de Letras da Uni­ver­si­da­de de Coim­bra, e expõe os car­ta­zes dos fil­mes des­ta­ca­dos para a com­pe­ti­ção prin­ci­pal, Sele­ção Cami­nhos. Esta expo­si­ção, que está loca­li­za­da no piso 3 do edi­fí­cio em fren­te ao Tea­tro Pau­lo Quin­te­la, é tam­bém por si uma com­pe­ti­ção para melhor car­taz, mos­tran­do os diver­sos esti­los e cor­ren­tes que pas­sam pela iden­ti­da­de do cine­ma por­tu­guês.

Na Sala Bran­ca do Tea­tro Aca­dé­mi­co de Gil Vicen­te (TAGV) está a expo­si­ção “Ethos” dedi­ca­da a Isa­bel Ruth. O pré­mio, que tem o mes­mo nome que a expo­si­ção, foi atri­buí­do a esta per­so­na­li­da­de do cine­ma na ses­são de aber­tu­ra do Fes­ti­val Cami­nhos do Cine­ma Por­tu­guês. Esta expo­si­ção é dedi­ca­da à figu­ra incon­tor­ná­vel que con­tri­buiu para cri­ar um cor­po de cine­ma, como tam­bém para afir­mar as suas poten­ci­a­li­da­des.

Lado a lado com os 25 anos do fes­ti­val está tam­bém a expo­si­ção “25 anos, 25 ilus­tra­ções” no bar do TAGV. Onde os ilus­tra­do­res pega­ram em vári­os títu­los mar­can­tes do cine­ma por­tu­guês e lhe deram uma “nova cara”, mas aci­ma de tudo tra­ta­ram de home­na­ge­ar os pro­ta­go­nis­tas da séti­ma arte naci­o­nal. No dia 30 de novem­bro, das 15h às 19h, vai ser fei­ta uma visi­ta gui­a­da nes­ta expo­si­ção com os auto­res a apre­sen­tar as suas esco­lhas para o seu  pro­ces­so de cri­a­ção.

 

Sai­ba mais na seguin­te liga­ção: Expo­si­ções.