Centro de Estudos Cinematográficos

Três Realizadoras Portuguesas

São pou­cos os seto­res em que a dis­tri­bui­ção labo­ral é igual entre os dois géne­ros: o cine­ma ain­da não é a excep­ção.. Em “Mulhe­res e/no Cine­ma” cele­bra-se uma pro­gra­ma­ção onde as mulhe­res se des­ta­ca­ram por uma ati­tu­de con­tra a mas­cu­li­ni­za­ção dos car­gos no cine­ma, cri­an­do fan­tás­ti­cas obras cine­ma­to­grá­fi­cas de reflexão.

Dia de Fes­ta, Ruby e Cães que Ladram aos Pás­sa­ros reve­lam três visões no femi­ni­no sobre o futu­ro e a juven­tu­de e repre­sen­tam o que melhor se faz no cine­ma por­tu­guês con­tem­po­râ­neo. Esta é uma opor­tu­ni­da­de para que públi­co por­tu­guês pos­sa conhe­cer três fil­mes que já via­ja­ram pelo mun­do e que ago­ra estrei­am jun­tos em Portugal.

As exi­bi­ções des­tas ses­sões acon­te­cem a 5 e 6 de Agos­to às 21h45 no Mini-Audi­tó­rio Sal­ga­do Zenha, em Coimbra.

São pou­cos os seto­res em que a dis­tri­bui­ção labo­ral é igual entre os dois géne­ros: o cine­ma ain­da não é a excep­ção.. Em “Mulhe­res e/no Cine­ma” cele­bra-se uma pro­gra­ma­ção onde as mulhe­res se des­ta­ca­ram por uma ati­tu­de con­tra a mas­cu­li­ni­za­ção dos car­gos no cine­ma, cri­an­do fan­tás­ti­cas obras cine­ma­to­grá­fi­cas de reflexão.

Dia de Fes­ta, Ruby e Cães que Ladram aos Pás­sa­ros reve­lam três visões no femi­ni­no sobre o futu­ro e a juven­tu­de e repre­sen­tam o que melhor se faz no cine­ma por­tu­guês con­tem­po­râ­neo. Esta é uma opor­tu­ni­da­de para que públi­co por­tu­guês pos­sa conhe­cer três fil­mes que já via­ja­ram pelo mun­do e que ago­ra estrei­am jun­tos em Portugal.

As exi­bi­ções des­tas ses­sões acon­te­cem a 5 e 6 de Agos­to às 21h45 no Mini-Audi­tó­rio Sal­ga­do Zenha, em Coimbra. 

O pri­mei­ro fil­me a ser apre­sen­ta­do nes­ta ses­são é Dia de Fes­ta, que mar­ca a estreia de Sofia Bost na rea­li­za­ção. Esta cur­ta-metra­gem é sobre a com­ple­xi­da­de das rela­ções entre mães e filhas e fez par­te da com­pe­ti­ção ofi­ci­al da Sema­na da Crí­ti­ca do Fes­ti­val de Cine­ma de Can­nes 2019. Até à data, Dia de Fes­ta já foi apre­sen­ta­do em mais de 18 fes­ti­vais inter­na­ci­o­nais, ten­do rece­bi­do os pré­mi­os de Melhor Atriz Secun­dá­ria para Tere­sa Madru­ga no Cami­nhos do Cine­ma Por­tu­guês e o Prix du Jury Pro­fes­si­on­nel no Ren­con­tres de Films Fem­mes Méditerranée.

O fil­me de Mari­a­na Gai­vão, Ruby, arre­ca­dou o Pré­mio para o Melhor Rea­li­za­dor Por­tu­guês no Cur­tas Vila do Con­de Fes­ti­val Inter­na­ci­o­nal de Cine­ma 2019 e os pré­mi­os de Melhor Cur­ta-Metra­gem e Melhor Car­taz no Cami­nhos do Cine­ma Por­tu­guês 2019. Além dis­so tem sido exi­bi­do em vári­os fes­ti­vais de reno­me como o Inter­na­ci­o­nal Film Fes­ti­val Rot­ter­dam ou o Fes­ti­val du Nou­ve­au Ciné­ma de Mon­tréal, Cana­dá. O fil­me retra­ta uma comu­ni­da­de estran­gei­ra que veio habi­tar o inte­ri­or rural e a gera­ção seguin­te, que já nas­ceu em Por­tu­gal e cres­ceu entre estes dois mun­dos, sem per­ten­cer a nenhum.

Cães Que Ladram aos Pás­sa­ros, o mais recen­te fil­me da rea­li­za­do­ra Leo­nor Teles fecha esta ses­são de cur­tas. Depois de um péri­plo por inú­me­ros fes­ti­vais inter­na­ci­o­nais, esta é a pri­mei­ra opor­tu­ni­da­de para o públi­co por­tu­guês ver esta cur­ta que acom­pa­nha os dias de verão de Vicen­te e da sua famí­lia, obri­ga­dos a sair da sua casa no cen­tro do Por­to, por for­ça da espe­cu­la­ção imobiliária.

O fil­me estre­ou na pas­sa­da edi­ção do Fes­ti­val Inter­na­ci­o­nal de Cine­ma de Vene­za. foi Nome­a­do para Melhor Cur­ta Metra­gem Euro­peia nos 32º Euro­pe­an Film Awards e rece­beu o Ter­ce­ro Pre­mio del Jura­do Inter­na­ci­o­nal do Mecal Pro – Fes­ti­val Inter­na­ci­o­nal Cor­to­me­tra­jes y Ani­ma­ción. Leo­nor Teles rece­beu em 2016 o Urso de Ouro na Ber­li­na­le pela cur­ta Bala­da de um Batrá­quio e rea­li­zou a lon­ga-metra­gem Ter­ra Fran­ca, que che­gou às salas por­tu­gue­sas em 2019.

CONDIÇÕES DE ACESSO

  • Pré-Reser­va de Lugar (atra­vés do email [email protected])
  • Lota­ção limi­ta­da a 15 espectadores
  • Uso obri­ga­tó­rio de máscara
  • Cum­pri­men­to das nor­mas gerais de higi­e­ne da DGS

A Entra­da é livre a todos os asso­ci­a­dos e estu­dan­tes. Ao se asso­ci­ar ao Cen­tro de Estu­dos Cine­ma­to­grá­fi­cos está a con­tri­buir para que pos­sa­mos con­ti­nu­ar a rea­li­zar a exi­bi­ção de cine­ma alter­na­ti­vo, for­ma­ções, o fes­ti­val Cami­nhos e outras acções de for­ma­ção na área da ima­gem em movi­men­to.
A admis­são do res­tan­te públi­co tem um cus­to de 3€.