Centro de Estudos Cinematográficos

Noite Perpétua” no Festival Internacional de Cinema de San Sebastián

A cur­ta-metra­gem rea­li­za­do por Pedro Peral­ta e copro­du­zi­do pela Ter­ra­tre­me é exi­bi­da a 23 de setem­bro.

Curta-metragem Festival Cinema Portugus

A curta-metragem realizado por Pedro Peralta e coproduzido pela Terratreme exibida a 23 de setembro.

“Noite Perpétua”, curta-metragem realizada por Pedro Peralta, estreia a 23 de setembro no Festival Internacional de San Sebastián onde terá ainda mais três exibições, a 24, 25 e 26 de setembro. O filme faz parte da secção competitiva Zabaltegi-Tabakalera do festival que se realiza entre 18 e 26 de setembro na cidade basca de San Sebastián.

Pro­du­zi­do pela Ter­ra­tre­me, com copro­du­ção da fran­ce­sa Kino­E­lek­tron e dis­tri­bui­ção inter­na­ci­o­nal da Agên­cia da Cur­ta Metra­gem, “Noi­te Per­pé­tua” par­te de acon­te­ci­men­tos ocor­ri­dos no res­cal­do da Guer­ra Civil Espa­nho­la, no ano de 1939.

“Em 2010 um arti­go do jor­nal Públi­co levou-me a tra­var conhe­ci­men­to com o bran­que­a­men­to da memó­ria da repres­são Fran­quis­ta em Espa­nha. Dos mui­tos rela­tos, um mar­cou-me pro­fun­da­men­te”, expli­ca o rea­li­za­dor sobre o caso de Auro­ra Navas uma cida­dã espa­nho­la de 31 anos, assas­si­na­da por falan­gis­tas cujo cor­po nun­ca apa­re­ceu.

Esta é a segun­da cur­ta-metra­gem de Pedro Peral­ta, que em 2016 rea­li­zou “Ascen­são”, obra que teve estreia inter­na­ci­o­nal na Sema­na da Crí­ti­ca do Fes­ti­val de Can­nes no mes­mo ano e este­ve pre­sen­te em cer­ca de 70 fes­ti­vais por todo o mun­do, ten­do rece­bi­do inú­me­ros pré­mi­os, como Pré­mio Árvo­re da Vida para Fil­me Por­tu­guês no Indi­e­Lis­boa, Melhor Cur­ta Metra­gem e Pré­mio do Júri no Kyiv Inter­na­ti­o­nal Film Fes­ti­val «Molo­dist», Pré­mio Des Enfants de La Licor­ne no Fes­ti­val Inter­na­ti­o­nal du Film d’Amiens, entre outros.

por CINEMAX
publi­ca­do 10:19 — 16 setem­bro ’20

Recomendamos: Veja mais Artigos de Curta-metragem Festival Cinema Portugus

Fon­te.