40618 61838 62366 720x403 1

Retratos íntimos da Guerra Colonial na Casa do Cinema de Coimbra

publi­ci­da­de

40618 61838 62366

Tar­de do Fes­ti­val Cami­nhos dedi­ca­da a Timor e Espanha.

Os Foto­ci­nes”, de Sabri­na D. Mar­ques, é exi­bi­do na noi­te de ter­ça-fei­ra, 9 de novem­bro, na Casa do Cine­ma de Coim­bra. Tra­ta-se de um retra­to ínti­mo da Guer­ra Colo­ni­al Por­tu­gue­sa fei­ta com os seus sobre­vi­ven­tes, ao lon­go dos 72 minu­tos do docu­men­tá­rio. “Os Foto­ci­nes” foi con­cluí­do em maio de 2021 e esta­rá em exi­bi­ção a par­tir das 21h45, no Cine­te­a­tro Avenida.

Nes­ta mes­ma noi­te, esta­rão em exi­bi­ção três cur­tas, tam­bém na sec­ção Outros Olha­res. “Éle­o­nor”, da rea­li­za­do­ra luso-fran­ce­sa Éle­o­nor Sil­va; “Uru­bu é o Ami­go Des­co­nhe­ci­do” do ator e rea­li­za­dor luso-gui­ne­en­se Wel­ket Bun­gué; e “Cas­san­dra de Bala­cla­va”, a his­tó­ria de uma atriz que aban­do­na a sua car­rei­ra e o seu país, rea­li­za­da por Nuno M. Car­do­so, que mar­ca­rá pre­sen­ça na Casa do Cine­ma de Coimbra.

Duran­te a tar­de, na sec­ção Fil­mes da Luso­fo­nia, esta­rá em exi­bi­ção “Uma Hali­bur Hamu­tuk – Uma Casa que nos Une”, de Ricar­do Dias. Um fil­me que mos­tra rela­tos de mulhe­res timo­ren­ses sobre o atri­bu­la­do ano de 1999, altu­ra em que foi refe­ren­da­da a inde­pen­dên­cia do país, peran­te a ocu­pa­ção indo­né­sia. “O Solo Sagra­do da Ter­ra”, sobre a poe­ti­sa são-tomen­se Alda Espí­ri­to San­to, com­ple­ta a sec­ção nes­te 9 de novembro.

Em Fil­mes do Mun­do, des­ta­que para a pre­sen­ça do rea­li­za­dor his­pa­no-vene­zu­e­la­no Luís Sua­rez Bra­cho, autor de “Dilem­ma”. “Dis­tel­lo Bra­vio”, de Ainhoa Rodrí­guez, tam­bém ori­gi­ná­rio de Espa­nha, com­ple­ta a secção.

publi­ci­da­de

Programação de 9 de novembro

Fil­mes da Lusofonia
Ter­ça, 09 nov. – Casa do Cine­ma de Coim­bra – 15:00
O Solo Sagra­do da Ter­ra, de Ânge­lo Tor­res, João Roque · 45’38”
UMA HALIBUR HAMUTUK – A Casa que nos Une, de Ricar­do Dias · 75′

Fil­mes do Mundo
Ter­ça · 09 nov. · Casa do Cine­ma de Coim­bra · 17:30
Dilem­ma , de Luis Sua­rez Bra­cho · 5’43”
Secos e Molha­dos, de Otá­vio Juli­a­no · 90‘

Sele­ção Outros Olhares
Ter­ça, 09 nov. – Casa do Cine­ma de Coim­bra – 21:45
E L E O N O R _, de Eléo­nor Sil­va · 2′
Uru­bu É O Ami­go Des­co­nhe­ci­do, de Wel­ket Bun­gué · 17’0”
Cas­san­dra de Bala­cla­va, de Nuno M. Car­do­so · 27’14”
Os Foto­ci­nes, de Sabri­na D. Mar­ques · 72’28”

fon­te: Retra­tos ínti­mos da Guer­ra Colo­ni­al na Casa do Cine­ma de Coimbra

publi­ci­da­de