Poster 566x800 1

Turno da Noite em estreia com terror nacional

publi­ci­da­de

Poster

Cur­tas com a par­ti­ci­pa­ção de ato­res con­sa­gra­dos como José Rapo­so ou Car­la Cham­bel pas­sam na ses­são da meia-noite

O dia 11 de novem­bro traz ao Fes­ti­val Cami­nhos do Cine­ma Por­tu­guês a estreia do Tur­no da Noi­te, uma sec­ção com iní­cio às 23h59 na Casa do Cine­ma de Coim­bra e que, no pri­mei­ro dia, exi­be algu­mas pro­du­ções de ter­ror fei­tas em Portugal.

Haus­chen – A Heran­ça”, de Pau­lo A. M. Oli­vei­ra (com José Rapo­so no elen­co), “A Más­ca­ra dos Por­cos”, de Tia­go Pimen­tel, “Por­que Odei­as o teu Irmão?”, de Inês Mar­ques e Pedro Mar­tins (que con­ta com os desem­pe­nhos de Car­la Cham­bel e Car­men San­tos), “Os Abis­mos da Alma”, de Gui­lher­me Dani­el, “Kaf­ka”, de Tia­go Iuri, “Send me their names”, de Mar­ce­lo Gafa­nha, e “Meu Cas­te­lo, Minha Casa”, de José Mira, são as pelí­cu­las por­tu­gue­sas a estre­ar este espa­ço. Tam­bém em exi­bi­ção nes­ta sec­ção está “Sur­vi­vers”, uma pro­du­ção franco-espanhola.

Já antes, na sec­ção Outros Olha­res, será exi­bi­do o docu­men­tá­rio “José Augus­to Fran­ça – Liber­da­de Cor de Homem”. Um tra­ba­lho que pro­cu­ra dar a conhe­cer melhor uma das per­so­na­li­da­des mais impor­tan­tes da His­tó­ria da Arte em Por­tu­gal, a prin­ci­pal do sécu­lo XX. O rea­li­za­dor Ricar­do Cla­ra Cou­to e os pro­du­to­res Luís Hipó­li­to e Móni­ca Reis de Cas­tro esta­rão pre­sen­tes na Casa do Cinema.

Pro­gra­ma­ção de 11 de novembro

Filmes da Lusofonia (15:00)

publi­ci­da­de

Mar­co , de Julia Baum­feld 28’37”
Três Verões, de San­dra Kogut 94′

Filmes do Mundo (17:30)

Beauty & the Beasts, de Aggie Pak Yee Lee 3’32”
Sky Sun ‚Tile Sun, de Ziba Arzhang 6’14”
522 – A cat, a chi­ne­se guy and my father, de Paco R. Baños 94‘42´´

Outros Olhares (21:45)

Nau­frá­gio , de Sebas­tião Vare­la 14’16”
As Som­bras e os Seus Nomes, de João Pedro Amo­rim 14’30”
Pelí­cu­las, de Tia­go Resen­de 18′
Del­fos 2020, de Edu­ar­do Pra­do Car­do­so 20’16”
José-Augus­to Fran­ça – Liber­da­de Cor de Homem, de Ricar­do Cla­ra Cou­to 56’30”

Turno da Noite (23:59)

Sur­vi­vers , de Car­los Gómez-Tri­go 6’30”
Send me their names, de Mar­ce­lo Gafa­nha 8’8”
Kaf­ka, de Tia­go Iúri 9’40”
A Más­ca­ras dos Por­cos, de Tia­go Pimen­tel 14’58”
Haus­chen – A Heran­ça, de Pau­lo A. M. Oli­vei­ra, Pedro Mar­tins 14’59”
Meu Cas­te­lo, Minha Casa, de José Mira 15’0”
Os Abis­mos da Alma, de Gui­lher­me Dani­el 17’50”
Por­que Odei­as o teu Irmão?, de Inês Mar­ques, Pedro Mar­tins 24’48”

fon­te: Tur­no da Noi­te em estreia com ter­ror nacional

publi­ci­da­de