Todos os artigos de cec

O CEC - Centro de Estudos Cinematográficos - promove a “Sétima Arte” organizando ciclos, programando palestras ou editando cadernos, e divulga autores e filmografias que, apesar da sua qualidade, são marginais à política das distribuidoras nacionais. Além de Cineclube Universitário tem também uma vertente de formação na área dos audiovisuais, bem como uma vertente técnica que lhe permite fazer a cobertura em vídeo dos eventos mais importantes da Associação e da vida universitária em geral. Promove ainda a produção e realização de curtas e medias metragens no formato vídeo.

Zeus de Paulo Filipe Monteiro em Estreia na Selecção Caminhos

Hoje às 21h45, os Caminhos apresentam o mais recente trabalho de Paulo Filipe Monteiro. A sessão conta com a presença do realizador e do produtor.

A história verdadeira de Manuel Teixeira Gomes, criado no sul de Portugal, numa cultura árabe. No começo do século XX, é um talentoso escritor, muito sensual na sua prosa e muito livre nos seus temas quase sempre eróticos. Em 1923, é eleito Presidente da República. O filme começa nesses anos agitados: a ascensão do fascismo é o contexto dramático das iniciativas de Gomes que, apesar das constantes revoltas militares, consegue formar governos reformistas. Os ataques contra ele recorrem aos expedientes mais baixos e à evocação da sua obra literária. E de repente, Gomes parte. Pede a demissão e procura o primeiro barco que saia de Lisboa. É Zeus, um cargueiro sem nenhum passageiro: mas Gomes toma-o e parte. Decide ir para a «mais bela cidade do Norte de África»: Bougie. Pensa instalar-se no hotel uma semana, ficará 11 anos, sem jamais a deixar. Gomes escreve muito e aos 77 anos concebe em voz alta, como um alucinado, o que será uma obra-prima (pouco conhecida) da literatura portuguesa, cheia de verve e audácia: Maria Adelaide. E é Amokrane quem por ele vela até ao último momento, deitado no chão, ligado a Teixeira Gomes por fios de modo a seguir os seus movimentos.

[EN] This is the real story, but unknown to the vast majority of the Portuguese, Manuel Teixeira Gomes, one of the first presidents of the Portuguese Republic. There is not a President such as he was, a recognized erotic literature writer who, after resigning from his presidential post, boards the Dutch freighter Zeus and part into the unknown – the fate leads him to Algeria where Teixeira Gomes decides reborn and recognize their right to be happy. The plot of the film is part of the drama of political events leading up to the implementation of the dictatorship, the confrontation of great personalities, the mood of our protagonist, his exile, the romanticism of his passions, the greatness of his friendships and stunning scenery that runs .It is the work of a lifetime, the Paulo Filipe Monteiro on a life that was an authentic work of art – the Manuel Teixeira Gomes.

Production: Pedro Bento
Directing: Paulo Filipe Monteiro
Cinematography: João Ribeiro, Mário Castanheira, Vasco Viana
Sound: Gita Cerveira, Olivier Blanc, Quintino Bastos
Sound Mixing and Mixing: Miguel Martins
Film Editing: Tomás Baltazar
Art Direction: João Torres
Costume Design: Sílvia Grabowski
Makeup Department: Sara Menitra

Programação diária:

22 de Novembro, 16h00, Caminhos Mundiais
Auditório Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, Coimbra
Nada S.A. (2014) de Caye Casas, Albert Pintó 15′ La Granja del Pass (2015) de Sílvia Munt 80′
22 de Novembro, 17h00, Selecção Caminhos
Teatro Académico de Gil Vicente, Coimbra
Rochas e Minerais de Miguel Tavares 10′
Way de Pedro Carmo 15′
Uma Vida à Espera de Sérgio Graciano 93′

22 de Novembro, 17h30, Selecção Ensaios
Teatro Miguel Franco, Leiria
Disguise de FuBo (CN) 10′
Mother de Stanley Xu & Ngee Ann (SG) 13′
Kadambari de Bhasmang Joshi (IN) 10′
Dream Inside The Water de Phadindra Budhathoki (NP) 13′
Lan, Happy Birthday de Huynh Cong Nho (VN) 13′
I am JUPITER I am the BIGGEST PLANET de Matthew Victor Pastor (PH) 15′
Gift de Zhaofuchen (CN) 20′

22 de Novembro, 21h45, Selecção Caminhos
Teatro Académico de Gil Vicente, Coimbra
Fim de Linha de Paulo D’Alva e António Pinto 14′
Pedro de André Santos e Marco Leão 20′
Zeus Ω de Paulo Filipe Monteiro 93′

22 de Novembro, 18h00, Reposição
NOS Cinemas Alma Shopping, Coimbra
Senhor Jaime de Cláudio Sá 8′
Pele de Cordeiro de Flávio Ferreira 6′
Já Vais de Julio Hey 5′
Landing de Filipe Martins 16′
“O Amor é Lindo…Porque Sim!” de Vicente Alves do Ó, Ivan Coletti 93′

22 de Novembro, 21h45, Selecção Ensaios
Teatro Miguel Franco, Leiria
Resistance Zucchinis de M. Idri, B. Lecailtel, I..Ngamou, C.Balguerie (FR) 7′
Hypertrain de Etienne Kompis e Fela Bellotto (CH) 4′
Good Night de Henning Backhaus(AU) 7′
The Opposite of Orange de Christopher Kaufmann (DE) 12′
The Ballad of Simon and Teresa de Martin Hnát (SI) 25′
Adaptation de Bartosz Kruhlik (PL) 25′
Mary de Grigory Kolomytsev (RU) 15′
Voicemail de Erec Brehmer (DE) 30′

“Depois do Adeus”

A SP Televisão e os Caminhos do Cinema Português associam-se, promovendo uma sessão especial da série Depois do Adeus, de Patrícia Sequeira, onde a equipa técnica e artística vai revelar os maiores desafios colocados na produção desta série e do Audiovisual em Portugal. Esta sessão decorrerá no dia 21 de Novembro, segunda-feira, às 18:00 no Mini-Auditório Salgado Zenha.

A Entrada é Livre!

Discurso de Abertura

http://i1.wp.com/caminhos.info/wp-content/uploads/IMG_0292-e1479645612462.jpg?fit=1024%2C683
Encontramo-nos na abertura da XXII Edição do Festival Caminhos do Cinema Português, este ano no Mosteiro de Santa Clara a Nova, como marca da união entre o nosso festival e a história cultural da cidade de Coimbra.

Apesar de todas as dificuldades que sempre marcam a organização de um evento como este, foi conseguida inaugurar mais uma edição graças ao constante apoio da nossa organização e parceiros. Continuar a lerDiscurso de Abertura

Crítica de Cinema, Storyboard e Cinema Documental abrem a 6ª edição do Cinemalogia

http://i2.wp.com/caminhos.info/wp-content/uploads/1597142_758172964207338_881923026_o.jpg?fit=720%2C480
O Curso de iniciação à realização cinematográfica – Cinemalogia 6 – pretende transmitir os conhecimentos basilares essenciais para a aquisição de competências, sejam elas técnicas ou artísticas, necessárias para a elaboração de um projecto cinematográfico. Com o intuito de enriquecer o currículo principal do curso, este ano são apresentados três Módulos Complementares abertos tanto para os nossos estudantes como para o público geral. Continuar a lerCrítica de Cinema, Storyboard e Cinema Documental abrem a 6ª edição do Cinemalogia

Banho de Paragem estreia amanhã

http://i1.wp.com/caminhos.info/wp-content/uploads/facebook-cover.jpg?fit=851%2C315
A Cerimónia de Abertura marca o início formal desta XXII edição. Nela são recebidas todas as entidades envolvidas no Festival e são nomeadas em gesto de agradecimento. É também feita uma pequena apresentação da programação geral do Festival e do grupo de jurados das mais diversas categorias. Também marca a estreia em grande écran da curta metragem – Banho de Paragem – produzida no âmbito do 5.º curso de cinemalogia promovidos pela organização que este ano contou com a coordenação de Nuno Rocha. Continuar a lerBanho de Paragem estreia amanhã